Teoria do Futebol

Tudo sobre Futebol, os metodos, os conceitos, os princípios, 
os processos e toda a organização tatica do futebol!

O treino está para o jogo, assim como o processo coletivo está para o golo

Cada um é livre de entender o futebol como bem entender. Mas, enquanto houver quem acredite que o futebol é meramente físico ou que a bola serve apenas para entreter os jogadores nos treinos, o insucesso está traçado no destino. Porque no futebol, não se pedem 11 jogadores em campo. No futebol, aquilo que mais se pede, é uma equipa. 

O treino está para o jogo, assim como o processo coletivo está para o golo. E vice-versa. Assim como o jogo está para o treino, o golo está para o processo coletivo. Ainda hoje muitos acreditam que correr numa montanha com ar puro que é ideal para preparar a época. Ou correr numa floresta, numa praia, ou fazer muito exercício, para ter os jogadores em forma. Porém, a forma não é só física. A forma é sobretudo mental e apenas se consegue quando se prepara todos os jogadores enquanto coletivo, através de um plano de jogo comum a todos os jogadores. É aí onde reside o sucesso desportivo.



Modelo de jogo <> Modelo de treino <> Plantel


Durante a pré-época, cada equipa prepara-se para a época que se aproxima. O ideal será cada equipa se preparar conforme a realidade assim o exige. Se a realidade nos diz que vamos enfrentar outras equipas, então precisamos criar uma organização coletiva que facilite a criação de situações de finalização a nosso favor assim como dificulte/anule a criação de situações de finalização a favor do adversário.


Em frente à nossa baliza, se tivermos quatro "mecos" a correr desnorteados, o mais provável é ficarem cansados ou deixar o espaço aberto e a equipa sofrer golo. Ou quem está mais à frente, ser incapaz de pressionar e deixar esse setor desprotegido. Em frente da baliza do adversário, sabendo que o objetivo é marcar golo e que o adversário vai tentar impedir, um processo ofensivo de qualidade aproxima a equipa do golo. Tudo isso se consegue com organização (modelo de jogo) e treino. Correr numa montanha com muito ar puro até faz bem aos pulmões, mas em nada serve para organizar um coletivo para fazer face às dificuldades que se aproximam na época. Um treinador que põe os jogadores a correr na areia da praia, não pode depois pedir aos jogadores que sejam pelo menos capazes de fazer uma linha defensiva na erva de um relvado. 


O treino está para o jogo, logo, se é para jogar bem, há que treinar para jogar bem. Físico, técnico, tático e psicológico não se podem dissociar no treino. E para aproximar a equipa do golo, e consequentemente da vitória, o treino deve estar orientado por uma linguagem em comum (modelo de jogo). Filas e remates em frente à baliza, nada ajudam na obtenção do golo durante o treino.

Assine agora e receba todas as novidades por e-mail

E faça download do ebook 72 exercícios para as fases do jogo imediatamente. Clique aqui para saber mais
endereço de email
*
campayn