Teoria do Futebol

Tudo sobre Futebol, os metodos, os conceitos, os princípios, 
os processos e toda a organização tatica do futebol!

Artigos

Principio especifico de ataque: cobertura ofensiva

Posted by Valter Correia on October 30, 2011 at 2:30 PM

       A velocidade do jogo não passa apenas pelas velocidades de execução das ações técnicas e táticas. Existem mais velocidades no jogo de futebol, como velocidades de perceção e de resolução mental das situações do jogo.

 

 

        Durante o processo ofensivo duma equipa, várias são as situações em que a leitura se torna mais difícil, especialmente pelas movimentações dos adversários, em que as dificuldades de julgamentos rápidos acrescem e se os companheiros não se posicionarem corretamente atrás e à frente da linha da bola, criando más opções ao portador da bola.

 

 

        No decorrer do processo ofensivo, ao mesmo tempo que um jogador recebe a bola deve receber imediatamente opções por parte dos colegas de equipa que estão mais próximos, sejam de apoio ou de cobertura (à frente da linha da bola ou atrás da mesma), proporcionando várias opções de solução momentânea.

 

 

        Com as situações de cobertura, existem três objetivos que se pretendem alcançados:

 

 

  1. Diminuir a pressão dos defesas sobre o portador da bola, facilitando-lhe a resolução mental e motora da situação;
  2. Oferecer ao portador da bola mais uma opção praticamente segura de solução da situação;
  3. Incutir confiança ao portador da bola para que assuma maior iniciativa e risco.

 

        A realização dessas ações de cobertura, para serem eficazes, requer uma resposta respeitando três questões essenciais:

 

 

 

        A distância da cobertura - a distância a que o jogador de cobertura se deve colocar ao portador da bola.

 

 

        É uma distância variável, que deve ser calculada para que permita ao jogador em cobertura ter tempo e espaço suficiente para receber e jogar a bola com segurança. É variável porque deve ter em conta alguns fatores:

 

 

  • A zona do campo onde se verifica a situação de jogo:

       Se a situação se realizar numa zona baixa do terreno, a distância entre os dois atacantes deve ser maior e mais segura. Se a zona do campo for mais avançada, o jogador de cobertura deve aproximar-se do portador da bola, devido ao número de defesas nessa zona, que obrigam os atacantes a resolver as situações em espaços reduzidos e com máxima velocidade.

 

 

  • A distância do jogador em cobertura defensiva em relação ao seu companheiro em contenção:

       Quando um jogador em cobertura defensiva se aproxima do jogador em contenção, aumenta a pressão sobre o portador da bola. Quanto ao jogador em cobertura ofensiva, deve tomar um dos seguintes comportamentos:

 

 

  • Reduzir a distância ao portador da bola, não permitindo que se estabeleça uma situação de inferioridade numérica;
  • Aumentar a distância ao portador da bola, conferindo uma opção de passe mais segura e com mais tempo para tomar uma decisão posterior;
  • Procurar o espaço na linha da bola ou à frente da mesma, cumprindo o princípio da mobilidade, com o objetivo de ultrapassar de imediato os dois opositores e provocar o desequilíbrio do centro do jogo defensivo. 

 

 

 

 

       O ângulo da cobertura, ou seja, o ângulo entre o portador da bola e o jogador em cobertura.

 

 

        Não existe nenhum ângulo que esteja permanentemente correto durante um jogo, mas um ângulo de 45º pode ser um ângulo que apresenta algumas possibilidades:

 

 

  • Uma adequada receção de bola;
  • Uma boa visão do espaço e da situação do jogo para a frente;
  • Uma mudança rápida do ângulo de ataque.

 

        O lado da cobertura: de que lado se deve posicionar o atacante em cobertura em relação ao atacante na posse da bola? Essa escolha deve ser feita baseada :

 

 

  • Na direção do deslocamento do portador da bola: se o portador da bola se desloca em direção as linhas laterais, o atacante em cobertura deve seguir para dentro, variando o ângulo de ataque caso a bola lhe seja passada;
  • Da possibilidade de arrastamento do defesa em cobertura defensiva para uma posição pouco eficaz, proporcionado melhor espaço de progressão ao portador da bola ou exploração dum espaço vital por um terceiro atacante;
  • Da possibilidade do possuidor da bola poder perdê-la: o jogador em cobertura deve posicionar-se do lado onde possa intervir mais eficazmente se essa situação ocorrer, que, geralmente, é o lado que converge para o eixo central do terreno do jogo.

 

 

        Resumindo, o princípio da cobertura ofensiva indica que o portador da bola deve ter sempre um companheiro atrás de si, para:

  • Dar continuidade ao processo ofensivo se a bola lhe for passada;
  • Diminuir a pressão dos adversários sobre o portador da bola;
  • Equilibrar defensivamente o centro de jogo;
  • Transmitir maior confiança e segurança ao companheiro na posse da bola, para que o mesmo tenha mais iniciativa e audácia na resolução da situação;
  • Conferir segurança ao ataque.


       Este é o segundo princípio específico ofensivo no centro do jogo.


       Um grande abraço,

       Valter Correia

 

Categories: Principios dentro e fora do centro de jogo

Post a Comment

Oops!

Oops, you forgot something.

Oops!

The words you entered did not match the given text. Please try again.

Already a member? Sign In

0 Comments