Teoria do Futebol

Tudo sobre Futebol, os metodos, os conceitos, os princípios, 
os processos e toda a organização tatica do futebol!

Artigos

O principio especifico de ataque: penetracao (aprofundando)

Posted by Valter Correia on October 30, 2011 at 2:20 PM

       Estudando novamente os princípios específicos, que são de importância máxima no futebol, aprofundamos ainda mais o que já foi estudando anteriormente.

 

 

       Princípio específico de ataque: Penetração

 

 

       Como todos sabem, o objetivo do princípio da penetração, enquanto objetivo dos vários princípios específicos ofensivos, é a finalização. Seja finalização no momento ou após a progressão até à baliza adversária e ainda em zonas favoráveis para realizar essa ação. Rematar se houver possibilidade ou progredir a bola para zonas favoráveis à finalização são as preocupações fundamentais para o portador da bola.

 

bet-at-home.com

 

      Respeitar este princípio, implica, aos sucessivos portadores da bola, desenvolver e realizar um conjunto de atitudes e comportamentos técnicos e táticos, que são descritos abaixo:

 

 

  • Tomar iniciativa: O portador da bola deve tomar iniciativa e ser imprevisível, procurando:
  • Desequilibrar o defesa em contenção, e alterar a direção do ataque e/ou aumentar a velocidade do jogo, em função da reação do defesa;
  • Orientar as ações técnico-táticas para espaços vitais do terreno, evitando zonas em inferioridade numérica;
  • Variar o ângulo e a direção do ataque procurando desequilibrar a organização defensiva adversária;
  • Temporizar o processo ofensivo, esperando pelo posicionamento dos companheiros e segurando a bola utilizando comportamentos técnicos e táticos de proteção e conservação da mesma;
  • Acelerar o processo ofensivo, sobretudo nas quatro situações:
  1. Logo após recuperar a posse da bola, aproveitando o momentâneo desequilíbrio da equipa adversária;
  2. Quando existem roturas na organização defensiva adversária;
  3. Nas zonas de finalização, onde é também necessário espontaneidade, determinação e criatividade;
  4. Na reposição da bola em jogo após uma interrupção, que é quando a concentração dos jogadores está quebrada.
  • Dissimular as verdadeiras intenções táticas, produzindo falsos sinais que induzam os defesas a assumir comportamentos inadequados;
  • Ler corretamente cada situação de jogo, escolhendo depois os comportamentos adequados à resolução de cada situação;
  • Orientar, sempre que possível, os comportamentos em direção à baliza. No momento da receção, se o atacante estiver de costas para o alvo, deve rodar rapidamente. Caso contrário, deve tomar uma das opções:
  1. Passar para trás ou para um jogador que possa dar continuidade ao fluxo ofensivo da equipa;
  2. Temporizar até se formarem condições para desenvolver o ataque.

 

       Existem ações técnico-táticas de suporte à aplicação do princípio específico da penetração. São as seguintes:


  • Remate;
  • Passe;
  • Drible;
  • Condução de bola.


 

       Entre eles, o passe é a forma mais rápida de progressão da equipa no terreno de jogo. Através do passe, o centro de jogo pode ser rapidamente deslocado e a equipa pode também ganhar espaço rapidamente em termos de profundidade.

 

 

 

 

       Segundo Hughes, existe uma ordem específica de como a ação do passe deve ser tomada:

 

 

  1. Passar a bola para o espaço nas costas da última linha defensiva adversária. Por um lado os defesas estão obrigados a a mudar a sua orientação dos apoios e deslocar-se para a própria baliza, que por vezes revelam-se deslocações demoradas e perigosas. Por outro lado, quando essa linha defensiva sobe para apoiar o ataque da própria equipa, fica bastante vulnerável a esse tipo de passe após perder a posse da bola, seja pelos defesas estarem desconcentrados ou por não se encontrarem nas suas posições base e ainda por terem de marcar um espaço de jogo bastante largo;
  2. Passar a bola para o companheiro que se encontra, simultaneamente, mais perto da baliza adversária e em condições de receber a bola;
  3. Passar em diagonal, mudando o ângulo de ataque, tirando partido da menor atenção, vigilância e marcação de espaços fora do centro do jogo;
  4. Passar para trás, em que o jogador que recebe a bola deve ter espaço, tempo e campo de visão para poder jogar a bola em direção à baliza adversária


       Em síntese, a sequência dos comportamentos relacionados com o princípio da penetração são:

  1. Rematar, se estiver numa boa zona para finalização e não existir nenhum defesa na possível trajetória da bola;
  2. Passar a um companheiro bem colocado;Tentar ultrapassar o adversário direto, movendo-se na direção do mesmo e com a bola dominada;
  3. Tentar orientar os companheiros em direção da baliza adversária, com intenção de deslocar o centro de jogo para os espaços mais ofensivos;Tentar impedir que os adversários diretos desviem a progressão do jogador ou da bola para situações menos ofensivas.


 

       Um grande abraço,

       Valter Correia

 

Categories: Principios dentro e fora do centro de jogo

Post a Comment

Oops!

Oops, you forgot something.

Oops!

The words you entered did not match the given text. Please try again.

Already a member? Sign In

0 Comments