Teoria do Futebol

Tudo sobre Futebol, os metodos, os conceitos, os princípios, 
os processos e toda a organização tatica do futebol!

Artigos

O ataque posicional

Posted by Valter Correia on October 30, 2011 at 10:30 AM

       Como vimos anteriormente, o ataque rápido e o contra-ataque são métodos ofensivos parecidos. Já o ataque posicional é um método diferente e mais complexo. Diferente porque a fase da construção do processo ofensivo é mais longa, ao contrário dos outros dois métodos, que é muito curta.


 

 

       Além de longa, a fase da construção é também muito elaborada. A velocidade de transição entre a zona de recuperação da bola e da zona de finalização depende essencialmente da organização defensiva adversária. O ataque é feito em bloco homogéneo e compato devido a permanentes ações de apoio e cobertura ofensiva aos jogadores que intervêm diretamente sobre a bola. A complexidade da construção do processo ofensivo deve-se à participação de muitos jogadores e à execução dum grande número de ações técnico-táticas.

 

        Além de tudo isso, os comportamentos técnicos e táticos dos jogadores são realizados pelo lado da segurança fundamentalmente na fase de construção. Como se realizam muitas ações, parte delas podemos dizer que são a mais. É preferível usar essas ações do que perder a posse de bola de forma não necessitada e/ou extemporânea.

  

        A partir deste processo também se constrói condições favoráveis em termos de tempo, espaço e número nos sucessivos centros de jogo ofensivos. E devido à utilização sistemática de ações de cobertura, compensação e permutação, existe um grande equilíbrio da organização do ataque posicional.

       Como nos outros métodos ofensivos, existem neste método caraterísticas favoráveis e desfavoráveis.


       Aspetos favoráveis

  • A probabilidade de perder a posse de bola é inferior, pois as ações técnicas e táticas são realizadas pelo lado seguro. Isso leva a uma maior percentagem de tempo de posse de bola;
  • As falhas individuais podem ser prontamente corrigidas pelos companheiros devido à contínua realização de ações de cobertura ofensiva;
  • Existe uma repartição de esforços pelos diferentes jogadores da equipa. Assim não se verifica a sobrecarga de uns em benefício de outros;
  • Devido ao elevado tempo deste método de ataque, os adversários podem entrar em crise de raciocínio tático e cometem erros e imprudências;
  • A profundidade do ataque adversário é diminuída, pois este método possibilita a aplicação de métodos defensivos pressionantes em zonas altas do terreno de jogo.

 

       Aspetos desfavoráveis

  • Demora muito tempo na fase e construção. Assim a equipa adversária também tem tempo de estabelecer uma organização defensiva consistente;
  • Os atacantes devem ter uma leitura adequada e constante das sucessivas situações no jogo. Por isso, requer conhecimento tático;
  • Grande parte das ações técnicas e táticas são direcionadas para o lado e para trás, devido às dificuldades para fazer progredir a bola. Isto porque, se por um lado privilegia a segurança, por outro o processo ofensivo desenrola-se com frequência em espaços com uma concentração de jogadores elevada.

 

       Artigos relacionados:

 

Categories: Metodos de Jogo

Post a Comment

Oops!

Oops, you forgot something.

Oops!

The words you entered did not match the given text. Please try again.

Already a member? Sign In

0 Comments