Teoria do Futebol

Tudo sobre Futebol, os metodos, os conceitos, os princípios, 
os processos e toda a organização tatica do futebol!

Artigos

Direitos gerais do praticante

Posted by Valter Correia on August 7, 2011 at 1:10 PM

 

Qualquer praticante e qualquer trabalhador deve receber todos os seus direitos. Da mesma forma, deve cumprir os seus deveres. Seria mais justo que cada indivíduo tivesse direito aos seus direitos após o cumprimento dos seus deveres. Neste artigo vou falar sobre os direitos e deveres dos praticantes, por temas, que todos sabem ou deviam saber, mesmo não-praticantes. São eles:

  • Direitos gerais do praticante;
  • Deveres gerais do praticante;
  • Antes e depois do horário de treino;
  • Durante o horário de treino;
  • Regime disciplinar;
  • Avaliação;
  • Valorização do comportamento meritório.


Direitos gerais do praticante


  • Todo o praticante tem direito à formação e a uma igualdade de oportunidades no acesso e sucesso desportivo. Os direitos gerais são:
  • Conhecer o regulamento interno;
  • Ser tratado com respeito e correção por qualquer membro da comunidade do clube;
  • Ver salvaguardada a sua segurança e respeitada a sua integridade física, na frequência do clube;
  • Ser pronta e adequadamente assistido, em caso de acidente ou doença, ocorridos no âmbito das atividades desportivas do clube;
  • Dispor de um seguro de acidentes, para cumprimento do item anterior;
  • Ver respeitada a confidencialidade dos elementos constantes do processo individual, de natureza pessoal ou relativo à família;
  • Utilizar as instalações a si destinadas e a outras com a devida autorização;
  • Apresentar críticas e sugestões, relativas ao funcionamento do clube;
  • Ser ouvido em todos os assuntos que lhe digam respeito, pelos treinadores, diretores do escalão e órgãos de administração e gestão do clube;
  • Eleger e ser eleito para representação da equipa (capitão e sub-capitão), no âmbito do clube:
  1. A eleição ocorrerá no período de pré-época;
  2. As substituições por renúncia, serão feitas de acordo com a classificação eleitoral, por ordem decrescente;
  3. O capitão eleito será o representante da equipa, nos Conselhos de Avaliação Disciplinar;
  4. Compete ao sub-capitão eleito substituir o capitão, na falta ou impedimento deste, e participar nas reuniões do Conselho, que tratem de assuntos de natureza disciplinar;
  5. O capitão e sub-capitão têm o direito de solicitar a realização de reuniões com os responsáveis pela equipa, para apreciação de matérias relacionadas com o funcionamento do treino, sem prejuízo do cumprimento das atividades;
  6. Os responsáveis podem solicitar a participação de um representante dos praticantes (pais ou tutores), em qualquer reunião.
  • Ser informado sobre assuntos que lhe digam respeito, nomeadamente: Modo de organização do seu plano de formação, programa e objetivos essenciais, processos e critérios de avaliação; em linguagem adequada à sua idade e escalão frequentado;
  1. Normas de utilização de instalações e equipamentos;
  2. Iniciativas em que possa participar e de que o clube tenha conhecimento.
  • O direito à formação e à aprendizagem bem-sucedidas, compreende, para cada participante, as seguintes garantias de equidade:
  1. Beneficiar as ações de discriminação positiva;
  2. Beneficiar de atividades e medidas de apoio específicas, designadamente de âmbito de intervenção dos serviços médicos e de fisioterapia.
  • Participar na vida do clube, nos termos deste regulamento;
  • Ser representado pelos pais ou tutores, nos termos deste regulamento


Categories: Psicologia e Comunicacao

Post a Comment

Oops!

Oops, you forgot something.

Oops!

The words you entered did not match the given text. Please try again.

Already a member? Sign In

0 Comments