Teoria do Futebol

Tudo sobre Futebol, os metodos, os conceitos, os princípios, 
os processos e toda a organização tatica do futebol!

Artigos

Metodo Coerver

Posted by Valter Correia on June 14, 2011 at 7:00 PM

        O método Coerver foi criado para desenvolver as características individuais dos atletas, de forma a que estes saibam responder  eficazmente aos problemas propostos pelo jogo. Desenvolvido na época de 70 por Will Coerver, um treinador holandês.




        Podemos  pensar assim: este método tem várias fases. Há quem goste de as desenvolver por pirâmide, mas não vou fazer isso, porque uma pirâmide significa que, quanto mais se aprende, menos importância têm aquilo que está no topo. Se for uma pirâmide da alimentação, representado quantidades de alimentos que devemos ingerir, então tudo bem. Mas aplicar uma pirâmide num método "científico" aplicado ao futebol, não me agrada nada. Mas vamos lá ao que interessa.


bet-at-home.com


        O primeiro conceito usa a bola como referência. Podemos dizer que a bola deve ser um objeto comum e familiar aos jogadores, e é estranho não a ter em posse. Neste primeiro conceito, os exercícios baseiam-se em exercícios individuais de domínio e controlo de bola, estáticos e em movimento, sempre com os dois pés.


        Agora que o jogador controla bem a bola, vai começar a treinar o passe. Esse é o segundo conceito deste método de treino: passar e receber. O passe está dividido entre velocidade e precisão, e receber a bola diferencia-se entre se a bola é passada pelo ar ou pelo chão. Os exercícios baseiam-se no passe e recepção, encorajando a precisão e a criatividade do atleta.


        Continuando o estudos dos conceitos do método Coerver, tratamos de atacar e defender. Agora que os jogadores controlam a bola e sabem passar, vão aprender a atacar e a defender. Aprendem a aplicar os princípios de ataque e defesa e depois treinam esses princípios no campo, permitindo, por um lado, fechar a defesa para quem defende, e abri-la para quem ataca. Os atacantes baseiam-se em paragens e arranques, fintas, mudanças de direção. Por sua vez, os defesas baseiam-se em fechar atrás, à frente, dos lados ou no jogo aéreo. Globalmente, os atletas aprendem treinam três características: pés rápidos, equilíbrio e coordenação.


        Depois vem o conceito da velocidade. Após todos os outros conceitos, o fator velocidade entra em jogo. Os jogadores são treinados com foco na velocidade sem bola e com bola.


        O penúltimo conceito deste método trata da finalização. Os jogadores treinam a finalização com os pés e de cabeça. Os exercícios baseiam-se em finalizar de todas as formas e feitios. Algo do género como, finalizar de cabeça, receber de peito e rematar, tentar remate de primeira, ou até outras formas menos comuns na hora do remate.


        Por fim, os atletas vão usar tudo aquilo que aprenderam e o foco do treino é: o grupo. Isso mesmo, os jogadores vão treinar os lances em equipa. Globalmente, os exercícios baseiam-se no "Fast Break Attack". Divide-se em quatro divisões diferentes de exercícios: mini-jogos, defesa em grupo, combinações e ataque rápido.


        Podemos então concluir que este método baseia-se em três aspetos gerais:

  • Domínio de bola: exercícios variados e analíticos (apenas um jogador com bola), sempre com muitas repetições e com os dois pés;
  • Técnicas de passe e de remate: maximizar o passe/recepção e o remate, com muitas repetições e com ambos os pés;
  • Jogos: jogos reduzidos e divertidos, onde os jogadores têm liberdade para explorarem a sua criatividade e imaginação, colocando em prática os conceitos que aprenderam anteriormente com este método.


       Este método aplica-se em miúdos e graúdos, mesmo nos tubarões da Europa. E estava aqui a pensar: acho que era assim que eu tinha Educação Física na escola.


       Confira alguns artigos relacionados:



Categories: Treino

Post a Comment

Oops!

Oops, you forgot something.

Oops!

The words you entered did not match the given text. Please try again.

Already a member? Sign In

0 Comments