Teoria do Futebol

Tudo sobre Futebol, os metodos, os conceitos, os princípios, 
os processos e toda a organização tatica do futebol!

Artigos

Pressing a zona: duas variantes

Posted by Valter Correia on March 17, 2011 at 7:45 PM

De acordo com a filosofia de jogo, estruturas, tipos de marcação, e muitos outros factores de ambas as equipas, recuperar a bola é uma tarefa mais fácil ou mais complicada. É essencial ter a bola, e estar preparado para usá-la de forma efectiva em busca do cumprimento da lógica do jogo. Mourinho defende dois conceitos ou duas premissas fundamentais. Uma delas é a valorização de posse de bola. E com razão.


Existem, portanto, duas formas de pressionar à zona. Podemos chamar de pressing vertical e pressing horizontal. As referências a estudar, serão o comportamento do adversário, de forma a tomar como exemplo e compreender melhor estes conceitos.


Vejamos então o pressing vertical.


É fácil olhar para o ecrâ da televisão e perceber quando a equipa está a pressionar alto. Nota-se facilmente que o guarda-redes está adiantado, por vezes, fora da área. A ideia, é receber um passe, e devolvê-lo mais rapidamente. Outro aspecto é a defesa que está mais subida. Desde a defesa até a linha de fundo da equipa, existe um grande espaço. Esse não é ocupado por ninguém, além do guarda-redes. É uma forma de pressão que empurra o adversário para trás, tentando impedi-lo de trocar a bola ou de seguir por qualquer dos três flancos. O campo a defender é maior, devido ao grande espaço nas costas da defesa. O movimento colectivo é complexo, em que a gestão do espaço deve ser regida por regras que todos compreendam e saibam em que momentos aplicá-las, proporcionando assim a manutenção da organização, da estrutura e operacional da equipa.

A ideia, é fechar horizontalmente o espaço, impedindo o adversário de explorar qualquer um dos flancos. Compreende-se por isso que, se o adversário procurar a circulação lateral da bola, a equipa está equilibrada de forma a realizar pressing continuamente. As mudanças de flanco também não causam problemas na estrututa da equipa com facilidade.




Quanto ao pressing horizontal:


É um pressing vantajoso contra equipas que não circulam bem a bola, e que fazem ataques rápidos sem mudança de flanco, e que explore as costas da defesa. Portanto, nota-se que a equipa flutua, usando a bola como referência, de forma a ocupar o espaço por onde o adversário procura soluções. Geralmente, nota-se um espaço vazio num dos flancos, que será aquele que é contrário ao flanco da bola. O espaço é fechado verticalmente. Mas neste caso a equipa não é tão vulnerável a bolas longas para as costas da defesa, mas é mais vulnerável a mudanças de flanco. No entanto, vale relembrar que este estilo de pressing está relacionado com a má distribuição de bola do adversário.




Podemos dizer que o pressing é uma forma de defender. São mais interessantes conceitos e estratégias em que a equipa defende a partir da frente, impedindo a bola de chegar à defesa, bem como a defesa impede a bola de chegar ao guarda-redes. Mais vale defender a frente e usar quatro defesas e seis jogadores para controlar o jogo, do que usar mais defesas para esperar pelo fim do jogo, encostando a equipa para trás e sofrer um golo a qualquer altura


Obrigado a todos,

Valter Correia

Categories: Metodos de Jogo

Post a Comment

Oops!

Oops, you forgot something.

Oops!

The words you entered did not match the given text. Please try again.

Already a member? Sign In

0 Comments