Teoria do Futebol

Tudo sobre Futebol, os metodos, os conceitos, os princípios, 
os processos e toda a organização tatica do futebol!

Artigos

Como jogar 9 contra 11?

Posted by Valter Correia on February 21, 2011 at 12:20 PM

Olá a todos


No jogo 11x11 temos todos os referenciais de jogo. Com todos os jogadores disponíveis, temos todos as referências de jogo e a dinâmica desportiva preparada nos treinos.


Com menos um jogador em campo, as coisas já são mais difíceis. O comprometimento defensivo deve ser posto em causa; o ofensivo, com alguma astúcia e inteligência, pode ser eficaz.


Jogar com apenas nove jogadores, parece impossível.  O terreno de jogo é demasiado grande para ser ocupado por nove jogadores. A manutenção das linhas e equilíbrios não nos permitem defender em superioridade numérica e ter elementos suficientes para manter a dinâmica ofensiva, para atacar com unidades capazes de criar muitas dificuldades ao adversário.


O que fazer então com nove jogadores?


Vou usar como exemplo um jogo entre Rio Ave e Vitória de Guimarães.

O Rio Ave ficou reduzido a 9 jogadores no minuto 60, e, 8 minutos depois, sofre o segundo golo. Estava em clara desvantagem.


A estratégia foi a seguinte:


Defensivamente, manteve as linhas muito juntas, com os jogadores próximos no meio campo.  Formou uma linha de quatro defesas que contribuíram e asseguraram a manutenção equilibrada da dinâmica defensiva. No entanto, perdeu-se dinâmica ofensiva, pois os laterais não subiam, estavam mais posicionais.


No meio campo, manteve-se os três elementos habituais ( o Rio Ave costuma jogar em 4-3-3). O comportamento dos médios envolveu grande sacrifício e grande mobilidade defensiva, pois na ausência dos extremos para combater os defesas laterais contrários, os médios laterais tiveram que ocupar estes espaços.


Na frente, apenas João Tomás, que, no momento defensivo, fazia o papel de quarto médio.


Manteve-se assim o equilíbrio defensivo. No entanto, o Rio Ave estava a perder.


"Ao ganhar a posse da bola, numa equipa que tem menos duas unidades em campo, parece que não existem companheiros para jogar, porque essencialmente se perdem referências. O maior perigo nestas situações pode ser o facto de as equipas perderem o seu equilíbrio táctico, em função de quererem atacar com a normalidade habitual no que diz respeito à sua dinâmica, e não sabendo por isso que os equilíbrios se podem tornar quase impossíveis, tornando-se altamente vulneráveis no momento de transição defensiva." por Carlos Carvalhal, 2011


Sempre que o Rio Ave ganhava a posse de bola, tentava mantê-la até que João Tomás e um médio subissem no terreno. Nessa altura, verificou-se sempre uma tentativa de jogo directo para os dois homens da frente, sobretudo para ganhar faltas. Foi assim que conseguiu chegar à baliza adversária, e após uma falta sobre João Tomás. Apareceu o golo do empate.


Manter a posse de bola, sem abandonar as posições de forma a estar equilibrado na transição ofensiva e procurar passes directos para os jogadores que se posicionem na frente para ganhar faltas parece ser uma excelente forma de combater uma inferioridade numérica deste grau. Defender bem e tentar aproveitar os lances de bola parada.


E quanto à equipa que está em superioridade numérica?


Tal e qual como o Vitória de Guimarães. Colocou quatro jogadores nos corredores laterais (dois defesas laterais e um extremo de cada lado) de forma a abrir o campo e tentar causar desequilíbrios principalmente pela acção dos defesas laterais.. Dois avançados colocados na frente para combater os defesas centro no 1x1. Um médio defensivo e um ofensivo, e dois defesas centrais.


Foi uma opção, pois tendo em conta as dificuldades sentidas pelos médios contrários, quanto mais as bolas entrarem nessa zona e mudarem de flanco, mais desgaste podem acusar e acabam por abrir espaços naturalmente. Por outro lado, com a dificuldade em ocupar espaços, aparecem os desequilíbrios

Categories: Teoria Tactica

Post a Comment

Oops!

Oops, you forgot something.

Oops!

The words you entered did not match the given text. Please try again.

Already a member? Sign In

0 Comments