Teoria do Futebol

Tudo sobre Futebol, os metodos, os conceitos, os princípios, 
os processos e toda a organização tatica do futebol!

Artigos

As trocas de posicao no futebol

Posted by Valter Correia on January 15, 2013 at 3:25 AM

       Recentemente, analisei uma equipa que praticava um futebol bonito e técnico. A linha defensiva sempre próxima do meio-campo e subida permitiu a criatividade aos jogadores mais avançados de tal forma que permitiu à equipa atacar durante os noventa minutos. Essa criatividade foi causada por constantes trocas de posição que nós chamamos futebol total.



        O termo futebol total surgiu nos anos 70 no Ajax e depois na seleção nacional da Holanda pelas mãos de Rinus Michels, cujo jogador com maior destaque nesta forma de jogar foi o holandês Johan Cruif. O sistema de Rinus Michels introduziu as trocas de posições no futebol, melhorando imenso a dinâmica ofensiva e defensiva em simultâneo. Hoje, dificilmente encontramos equipas com tantas posições como a laranja mecânica de Rinus Michels, mas ainda hoje se mantêm esse processo em imensos processos de jogo.


        O que são trocas de posição?


        Durante a troca de posições, dois jogadores ocupam a posição um do outro, mesmo que seja por breves momentos. Na maior parte das situações, estas trocas de posição duram menos de um minuto, uma vez que o jogador que se soltou da posição, que geralmente parte recuado, serve apoio em zonas mais ofensivas enquanto o jogador que ocupa a posição defensiva recupera energias para investir noutra situação que se proporcione mais tarde. Existem três tipos de trocas de posição:


  • Por ordem do treinador: depende da análise que a equipa técnica faz do jogo e dos objetivos do treinador, como fazer descansar um jogador ou confundir a marcação da equipa adversária. Geralmente, os jogadores trocam e fixam-se na nova posição
  • Por iniciativa dos jogadores: depende da habilidade técnica e táticas dos jogadores. Uma vez que são situações que surgem sem ordem do treinador e devem ser os jogadores a analisar a situação, como um contra-ataque ou uma situação de 2x2 ou 3x3
  • Por seguimento do modelo de jogo: praticamente, são situações previamente estudadas e que fazem parte da forma de jogar da equipa, como processos da equipa para atacar.


        Independentemente do tipo de trocas de posição, todos eles devem ser treinados antes de aplicar no jogo, evitando correr riscos desnecessários, pois as trocas de posição podem originar espaços livres com facilidade. Uma das grandes vantagens em treinar as trocas de posição, é a capacidade de tomada de decisão e velocidade de ação que os jogadores atingem, que é especialmente benéfico em ultrapassar barreiras no centro de jogo.


        Características necessárias para inserir trocas de posição


        Antes de inserir as trocas de posição na equipa, o treinador deve estar ciente quais são os riscos deste método e criar bases para a equipa se manter em segurança:


  • Os jogadores que trocam de posição devem ser capazes de atuar na nova posição com habilidade - É extremamente importante que os jogadores sejam versáteis e consigam efetuar as funções definidas com facilidade. Caso não sejam capazes de o fazer, a equipa tem menos probabilidade de pontuar e mais probabilidade de em sofrer.
  • Não permitir espaço, principalmente se a troca for efetuada numa zona baixa do terreno - por vezes, as trocas de posição deixam espaço livre que demora algum tempo a fechar, como quando sobe um médio ou um lateral. É necessário garantir que esse espaço não está totalmente livre. Sempre que um jogador avança no terreno e outro recua, por vezes deixam espaços livres. É necessário garantir que esses espaços estão protegidos.
  • Características individuais no processo ofensivo - vários processos de jogo são construídos em função das características dos jogadores e uma troca de posição pode pôr em causa um processo completo devido à diferença das características dos jogadores. Assim, a equipa deve estar ciente desta realidade, e no modelo de jogo deve estar incluído um "plano b" para quando os jogadores trocarem de posição.


        Existem várias formas de levar uma equipa até zonas próxima da baliza e as trocas de posição é um dos processos para esse efeito. Vários treinadores adotam as trocas de posições como processo fundamental no seu modelo de jogo, seja para manter a equipa a atacar, melhorar a dinâmica defensiva e ofensiva, confundir o adversário. Quando dois jogadores trocam de posição, o espaço deve ser sempre fechado para o caso dos jogadores perderem a posse de bola. É muito arriscado quando um lateral avança no terreno e troca de posição com o médio-ala/extremo e é ainda mais arriscado quando avança um jogador do meio campo. Quanto mais perto do corredor central for efetuada uma troca de posição, maior deve ser a segurança criada pela equipa, uma vez que o corredor central é o caminho mais perto da baliza e se o adversário recuperar a bola, a equipa pode não recuperar posições a tempo.


Artigos relacionados

 

bet365

Categories: Metodos de Jogo

Post a Comment

Oops!

Oops, you forgot something.

Oops!

The words you entered did not match the given text. Please try again.

Already a member? Sign In

0 Comments