Teoria do Futebol

Tudo sobre Futebol, os metodos, os conceitos, os princípios, 
os processos e toda a organização tatica do futebol!

Artigos

Porque diferem as personalidades? A PNL explica

Posted by Valter Correia on November 28, 2012 at 7:10 PM

       A Programação Neuro Linguística é uma verdadeira disciplina da Psicologia, cujo objetivo é o estudo do cérebro humano. Todos nós, ou pelo menos os leitores assíduos dos nossos artigos sabem disso, e os que não sabem, convido a baixar o nosso livro eletrónico Construindo uma forma de jogar - Guia de treino para iniciantes onde explicamos esse facto com clareza, o atleta é estimulado durante o treino. Cada exercício envia estímulos ao atleta e este evolui física e psicologicamente para reagir com mais força aos estímulos, para que o organismo esteja pronto para enfrentar exercícios mais difíceis. Mas deixo ficar esta pergunta no ar, que passo já a explicar: se um exercício tem exatamente os mesmos estímulos, então porque os jogadores não oferecem a mesma resposta?

        Segundo a PNL, o nosso cérebro generaliza, omite e distorce todas as informações recebidas usando um processo interno de triagens, formado por meta-programas, designados Valores, Crenças, Decisões e Memória.


        O que são meta-programas?


        Não é nada de mau nem nada de bom, mas apenas um processo como o nosso cérebro processa toda a informação recolhida. Preservando ou fragmentando a informação, é através dos meta-programas que nós exibimos a personalidade ao mundo exterior. Os meta-programas são padrões psicológicos que guiam e direcionam o cérebro segundo uma linearidade de padrões, ou seja, funcionam como diretrizes para o nosso pensamento.


        Quais são os meta-programas existentes ou pelo menos até agora descobertos?



        Valores


        Todos nós temos os nossos valores onde queremos insistir tempo, dinheiro, vontade e suor para os conseguir. Um rapaz ou rapariga ideal, um carro ou casa de luxo, um curso profissional, entre tantas coisas, todos nós temos objetivos que consideramos essenciais na nossa vida. Um dos pressupostos da programação Neurolinguística, indica que existem dois mundos: o mundo real e o nosso mundo. Através do mundo real, encotramos os nossos ideais que formam o nosso mundo pessoal, que são esses ideais a que damos valor. Muitos têm ideais diferentes dos nossos, acabando nós mesmos por entrar em conflito com alguém com objetivos diferentes dos nossos.


        Crenças


        Todos nós temos os ideais, pelos quais pretendemos lutar, mas todos nós temos as nossas crenças, que é algo em que acreditamos ou não acreditamos. A partir das nossas crenças é que sentimos vontade para fazer algo, do género um botão de ligar e desligar a nossa habilidade de fazer determinada tarefa. Quando um indivíduo não acredita que pode realizar ou quebrar uma barreira, provavelmente nunca terá a oportunidade de saber se teria conseguido quebrar essa barreira. Por breve resumo, quando não acreditamos que somos capazes, simplesmente não fazemos nada. Quando passamos a acreditar que somos capazes, decididamente fazemos tudo, mas mesmo tudo. Assim, tendo em conta que existem dois mundos, o real e o nosso, um deles não podemos mudar. O mundo real tem demasiados fatores e exigências para que o possamos mudar. Mas o nosso mundo, isto é, a forma como vemos e sentimos o mundo real, este sim, podemos mudar, e para melhor.


        Memórias


        Muitos estudiosos e cientistas afirmam que a nossa personalidade deriva das nossas experiências, e eu concordo. Tenho a certeza que todos vocês, sem exceção, quando olham para o passado distinguem o que faz de nós ser boas ou más pessoas, ser tímidos, arrogantes, divertidos, fofoquerios ou outra personalidade qualquer. Tanto as más experiências como as boas experiências tem efeitos negativos e positivos na nossa comunidade. Enquanto alguns de deixam acomodar pelas boas experiências e param completamente de evoluir, outros servem-se das más experiências para aprender o que precisam de evoluir. As nossas memórias afetam a nossa perceção e comportamento no mundo real de forma profunda.


        Decisões


        Este meta-programa pode afetar toda a nossa vida. A decisão de quem somos, do que somos e do que queremos ser, é a capacidade de mudar as nossas crenças e valores, assim como as nossas atitudes e o nosso modo de viver. As decisões tomadas conscientemente afetam a o nosso inconsciente, e é a partir do nosso inconsciente que somos mais fortes ou mais fracos, dependendo das decisões que tomamos. Na maior parte das pessoas, as decisões mais fortes e de maior peso são tomadas ainda em tenra idade, criando paradigmas que nos impedem de alcançar novas barreiras para quebrar.


        Tenho a certeza que, após a explicação destes quatro meta-programas, que é a forma como o nosso cérebro trabalha, que a sua forma de ver mudou, mesmo que minimamente. A partir do controlo do seu mundo e de si mesmo, você terá controlo muito maior no mundo real, sem restar perigos, barreiras e portas fechadas. A decisão de abrir a sua porta para o mundo real é sua e só sua.


ARTIGOS RELACIONADOS


bet365

Categories: Psicologia e Comunicacao

Post a Comment

Oops!

Oops, you forgot something.

Oops!

The words you entered did not match the given text. Please try again.

Already a member? Sign In

0 Comments