Teoria do Futebol

Tudo sobre Futebol, os metodos, os conceitos, os princípios, 
os processos e toda a organização tatica do futebol!

Artigos

Constituindo um excelente dialogo - Parte VI

Posted by Valter Correia on September 26, 2012 at 2:00 PM

       Uma das maiores dificuldades que os líderes enfrentam é sem dúvida transmitir a mensagem aos seus liderados. Uma das causas que influência os liderados a não receber esta mensagem é não ouvir o que o líder tem para dizer. Verifica-se que esta causa vai diminuindo à medida que a pessoa se torna profissional ao ponto que qualquer trabalhador, atleta ou aluno profissional ouve melhor o que lhe é transmitido do que os semiprofissionais ou amadores. Esta afirmação é válida tanto para líderes como para liderados.


        O nosso cérebro funciona da seguinte forma: num minuto consegue processar até 500 palavras enquanto estamos a ouvir. Mas, nesse mesmo período, apenas consegue processar até 150 palavras quando nós estamos a falar. Enquanto falamos, estamos a usar uma parte do cérebro para sermos criativos com o que vamos dizer. Por outro lado, o cérebro não precisa de ser tão criativo quando estamos a ouvir. Por vezes, quando nós somos o receptor, desviamos a nossa atenção para vários pensamentos, como o que vamos responder, uma situação parecida com a situação do diálogo e outras situações diferentes e variadas, que acabamos por não prestar atenção ao que nos está a ser transmitido.

        As causas deste tipo de comportamento do cérebro humano são imensas, desde a constante vontade de criar boas impressões acerca do emissor da mensagem, a dependência nas emoções ou que já sabemos o que nos estão a dizer.



        Os níveis de atenção durante o diálogo


        Podemos dividir a nossa atenção durante o diálogo em três níveis diferentes. Existem diferenças entre ouvir pouco e ouvir muito, pois podemos ouvir pouco mas escutar e compreender tudo o que nos está a ser transmitido, como ouvir muito sem sequer prestar atenção ao que nos estão a dizer.


        Ouvir passivamente

        Neste nível, a nossa atenção está focada em nós, e não prestamos atenção nem ao emissor da mensagem nem às emoções. A reacção de uma pessoa que está neste nível de atenção passa por perguntar o que o emissor lhe está a dizer ou interromper e fingir o que está a ouvir, quando na realidade está a pensar em outra coisa diferente. O emissor está propenso a ficar nervoso ou zangado, porque reconhece que não está a ser ouvido.


        Ouvir superficialmente

        Neste nível, prestamos atenções ao emissor, mas não prestamos atenção às emoções do emissor. Ouvimos o que nos tem para dizer mas não interagimos na conversa, porque praticamente não puxamos por nenhum assunto. O nosso comportamento passa por ouvir o que o emissor está a dizer sem aprofundar o assunto ou reagir pouco à mensagem que nos estão a transmitir. Por sua vez, o emissor compreender que os sentimentos não estão a ser escutados além das palavras.


        Ouvir atentamente

        Neste nível, nós estamos a ouvir, a processar a informação e a interagir no diálogo. Tentamos colocar-nos no lugar do emissor e conseguimos compreender tanto as palavras como os sentimentos. O nosso comportamento passa por captar, reconhecer e responder activamente durante o diálogo. Quando todos os intervenientes da conversa estão neste nível de atenção, o diálogo é muito fluente e compreendível.


bet365

 

 

Categories: Psicologia e Comunicacao

Post a Comment

Oops!

Oops, you forgot something.

Oops!

The words you entered did not match the given text. Please try again.

Already a member? Sign In

0 Comments