Teoria do Futebol

Tudo sobre Futebol, os metodos, os conceitos, os princípios, 
os processos e toda a organização tatica do futebol!

Artigos

O treinador e o capitao de equipa

Posted by Valter Correia on July 23, 2012 at 3:30 PM

 

       O futebol deixou de ser um mero desporto de entretenimento para se tornar numa indústria financeira. Mais do que nunca, é exigido aos praticantes deste desporto o seu máximo rendimento. Para se vingar no mundo do futebol não basta ser-se bom jogador tem de se ser magnífico. Essas exigências colocam muita pressão a nível psicológico nos jogadores.

 

       Apesar da indústria em que se está a tornar, o futebol é criado por jogadores que têm paixão, as capacidades físicas e psicológicas podem ser desenvolvidas no jogador, mas este já deve possuir paixão pelo desporto. O futebol exige muito esforço e dedicação, um jogador que não sinta paixão por este desporto dificilmente vingará pois não terá capacidades para suportar todas as exigências físicas e psicológicas. Existem jogadores com talentos inatos mas qualquer jogador tem a capacidade de desenvolver o seu potencial se tiver paixão no que faz.

 

       O líder de uma equipa, neste caso o treinador, tem a capacidade de estimular essa paixão e de saber explorar o potencial do jogador. A evolução do futebol tem levado a um maior nivelamento entre as equipas seja a nível técnico, táctico e até mesmo físico. Os jogos tornam-se mais equilibrados e com poucas oportunidades para as equipas, sendo que é necessário não desperdiçar essas oportunidades que podem determinar o resultado. Os factores psicológicos tornam-se, portanto, cada vez mais decisivos num jogo e consequentemente num campeonato. O que tem demonstrado cada vez mais a necessidade de um bom líder e de um bom uso dessa liderança.

 

       O líder desempenha um papel fundamental para que a equipa se mantenha confiante e motivada na conquista do seu objectivo. O que torna essencial o seu papel em situações decisivas ou em situações inesperadas que podem levar à desconcentração da equipa.




 

       O que é?


 

       A liderança é definida pela capacidade de um indivíduo dirigir e incentivar um grupo, de modo a criar condições para que os membros deste contribuam voluntariamente para um mesmo objectivo comum. O verdadeiro líder é aquele que faz uso do seu poder de persuasão para influenciar um grupo. As pessoas rodeadas de um verdadeiro líder seguem as suas ideias porque acreditam nele e nas suas convicções sem ser necessário o abuso desse poder no sentido de forçar as pessoas a acreditar.

 

       A liderança é uma característica inata em alguns indivíduos mas que pode ser aprendida e aperfeiçoada noutros através da sua personalidade. O líder nato é um indivíduo que já nasce com a capacidade natural de influenciar as pessoas que o rodeiam. Numa equipa, a liderança pode actuar em duas formas, através do líder escolhido (treinador e capitão de equipa) ou através de um outro líder inato que tem a capacidade de influenciar e direccionar o grupo sem que este tenha de possuir necessariamente um cargo.

 

       No caso de existir um líder inato no grupo que não desempenhe um cargo de líder, o treinador e capitão de equipa devem saber lidar com esse indivíduo e saber comunicar de modo claro com este quais os objectivos da equipa de modo a evitar confrontos entre o treinador e o líder inato que podem levar à ruptura do núcleo da equipa. O líder inato deve ter sempre presente que apesar de ter capacidade de influenciar os colegas, numa equipa, o líder máximo é o treinador e deve respeitá-lo e agir de acordo com os objectivos do mesmo. O objectivo principal dos líderes deve ser sempre a motivação da equipa enquanto um todo e não um despique individual na procura do mais influente.


 

       Funções de um líder


 

       O líder é o indivíduo que exerce o papel de incentivar os jogadores e é fundamental para maximizar o desempenho dos mesmos. O sucesso de um líder é condicionado pelo seu poder psicológico. É essencial que o líder não fraqueje perante uma situação de pressão pois se isso acontecer toda a equipa se ressentirá e deixará de acreditar no seu objectivo.

 

       O objectivo principal de um líder é estimular a equipa na conquista de um objectivo, algumas das suas funções são: analisar situações, determinar objectivos, tomar decisões, estimular e ajudar a equipa, criar um ambiente motivado e confiante. O futebol é composto por dois líderes essenciais, o treinador e o capitão de equipa. Ambos têm um papel fundamental para o sucesso da mesma. É essencial que estes saibam trabalhar em conjunto na motivação dos jogadores.





       O Treinador


 

       O treinador é o líder máximo de uma equipa. Enquanto líder deve ter noção que as suas palavras e acções influenciam toda a equipa. Este é responsável por um bom ambiente entre os vários jogadores da equipa e estes com ele, no entanto não deve criar demasiada proximidade com os jogadores, deve manter alguma distância de modo a afirmar a sua posição. Uma relação de demasiada proximidade entre os jogadores e o treinador pode levar a que estes não o respeitem e não sigam as suas indicações. Um bom líder é construído faseadamente. O primeiro objectivo de um treinador deve ser a conquista do respeito dos jogadores. Só assim estes o vão ver como um líder e vão agir de acordo com as suas ideias e trabalhar voluntariamente de modo a alcançar o objectivo.


 

       Existem características a nível pessoal que definem o sucesso da liderança de um treinador:


  • Integridade – é essencial que os jogadores confiem no treinador e na honestidade das suas palavras.
  • Empatia – o treinador deve ser capaz de se “pôr no lugar” dos jogadores de modo a perceber o que estes sentem e conseguir orientá-los melhor.
  • Determinação – mais do que acreditar nos seus objectivos é preciso saber transmiti-los ao grupo e incentivá-los na conquista dos mesmos.
  • Iniciativa – é uma das características mais importantes num líder, este deve ter a capacidade de tomar uma decisão e não hesitar.


 

       O líder deve agir de acordo com o que transmite aos seus jogadores de modo a evitar um mau ambiente entre os jogadores e o treinador. Deve ter consciência das capacidades e dificuldades de cada atleta e saber explorá-las individualmente. É importante reconhecer o esforço do atleta e incentivá-lo a continuar a trabalhar. É necessário que o líder se saiba adaptar a cada situação e não seja inflexível na hora de tomar decisões. O líder deve ser humilde o suficiente para reconhecer que apesar das suas capacidades ainda pode evoluir.


 

       A humildade é uma das características mais importantes para a evolução seja de um jogador ou de um treinador.


 

       Algumas das funções do treinador:

 

  • Determinar objectivos e transmiti-los de forma explícita aos jogadores.
  • Procurar maximizar o rendimento dos jogadores.
  • Saber explicar os aspectos técnicos e tácticos do futebol.
  • Prever antecipadamente situações que possam surgir, procurar soluções para as mesmas e saber reconhecer a culpa quando as coisas não correm como planeado.
  • Detectar e procurar corrigir os erros dos jogadores. Reconhecer os pontos fortes e fracos dos jogadores e estimulá-los respeitando o ritmo de cada jogador.
  • Reconhecer o mérito dos jogadores.
  • Explicar o papel de cada jogador na equipa e a importância que cada um tem na conquista do objectivo comum.
  • Zelar pelo bem-estar do grupo.


 

    Tipos de liderança

 

       Existem vários tipos de líder, entre eles: Autocrático, Democrático e Liberal.

 


     Autocrático


       O líder autocrático é essencialmente voltado para as suas próprias ideias e age muito de acordo com o que tem em mente sem consultar a opinião do grupo. É uma liderança muito directa e objectiva que proporciona segurança nos momentos de tensão mas por outro lado pode ser prejudicial para a equipa enquanto um todo, uma vez que os jogadores não se sentem relacionados com o treinador.


 

       Democrático

 

       Este tipo de liderança é caracterizado pela participação dos vários membros da equipa. O líder é participante activo na discussão dos objectivos mas conta com a colaboração dos jogadores. Este tipo de liderança torna, normalmente, a equipa mais coesa.


 

       Liberal

 

       O líder liberal é, tal como a palavra indica, um líder que dá muita liberdade aos jogadores. O que pode ser aplicado quando se trata de jogadores com maturidade suficiente para se concentrarem uniformemente no objectivo mas por outro lado também pode indicar que o líder é demasiado fraco para o cargo a que se propôs, sendo que nestes casos o líder não assume o papel de liderança deixando passar erros sem ter intenção de os corrigir prejudicando, obviamente, a equipa.


 

       O estilo de liderança não tem de ser sempre o mesmo, o líder pode adoptar características de um estilo diferente ao habitual caso ache que a situação o exige. Independentemente do estilo adoptado pelo líder este deve ter sempre em conta o objectivo da equipa enquanto um todo. Sendo que sem os jogadores o objectivo não é alcançado, do mesmo modo que sem um líder os jogadores também não são capazes de o alcançar por si sós.


 

       O Capitão


 

       O capitão de equipa trabalha em conjunto com o treinador na motivação dos jogadores, é essencial que exista cumplicidade entre eles.

       O capitão deve respeitar todos os membros da equipa, jogadores e treinador. O capitão deve primar pelo exemplo, estar consciente que podem surgir conflitos entre jogadores e deve ser capaz de os resolver, ser capaz de manter a cabeça fria num momento de tensão, saber analisar correctamente uma situação e intervir quando necessário no sentido de defender a integridade dos jogadores. O capitão de equipa deve ser um líder.


 

       Qual o papel desempenhado?


 

       O capitão actua como elo de ligação entre o treinador e a equipa. É importante que os colegas reconheçam o papel do capitão e saibam escutar o que este tem a dizer. O capitão é em conjunto com o treinador um motivador da equipa, ambos actuam como líderes.


 

       Critérios de escolha


 

       Normalmente os critérios para a escolha de um capitão estão relacionados com a idade, a experiência, o mediatismo ou a história no clube. A escolha de um capitão de equipa é uma responsabilidade de liderança na equipa e não deve ser entendida como um mero reconhecimento ou privilégio. As características de um líder devem-se ter em conta na escolha de um capitão, uma vez que é esse o papel desempenhado pelo mesmo.

 

       O capitão deve ser um jogador com presença, que tenha como objectivo a união da equipa e que saiba ser o elo de ligação entre os jogadores e o treinador. A prioridade do capitão deve ser sempre a equipa enquanto um todo, este deve zelar pela união do grupo e deve assegurar que a equipa se mantém motivada e confiante. A má escolha de um capitão pode levar à ruptura do núcleo da equipa levando à criação de grupos que destabilizam a equipa do seu objectivo.


 

       Resumo


 

       A atitude de um líder é essencial para o sucesso da equipa, seja o capitão de equipa ou o treinador. É essencial que o líder tenha capacidade de iniciativa, sendo essa uma das características que o distingue dos restantes membros de uma equipa. O líder deve ter sempre em mente que o objectivo é comum a todos os membros da equipa e incentivá-los nesse sentido. Uma equipa coesa e motivada terá melhor rendimento, os jogadores focam-se mais nos objectivos da equipa e esforçam-se mais para conseguir o melhor resultado possível. É necessário que o líder se saiba adaptar a cada situação e não seja inflexível na hora de tomar decisões. O líder deve ser humilde o suficiente para reconhecer que apesar das suas capacidades ainda pode evoluir.

 

       O líder tem a capacidade de atrair pessoas e incentivá-las a cooperar na conquista de um objectivo. O líder tem uma visão diferente da maioria das pessoas e é capaz de reconhecer habilidades nos jogadores não perceptíveis às pessoas comuns e de incentivar os jogadores a desenvolver essas mesmas capacidades. Um verdadeiro líder conquista pela sua qualidade moral e intelectual, mais do que palavras conquista com atitudes. Algumas das características essenciais num líder são: integridade, honestidade, organização, inteligência, persistência, responsabilidade, auto-confiança, a capacidade de saber lidar com a pressão e de saber comunicar.

 

“As estrelas só brilham no céu, e mesmo aí estão organizadas em grupo.” - Tomaz Morais

Este artigo foi enviado por: Susana Almeida



      Artigos Relacionados


 

 

bet365

 

 

 

Categories: Psicologia e Comunicacao

Post a Comment

Oops!

Oops, you forgot something.

Oops!

The words you entered did not match the given text. Please try again.

Already a member? Sign In

1 Comment

Reply Marcondes
8:06 AM on January 15, 2016 
Excelente artigo está de parabéns, me ajudou bastante fazendo-me notar o que já estava a minha frente, logo farei um grande esforço para cumprir tal ideologia de modo a ser o melhor possível!