Teoria do Futebol

Tudo sobre Futebol, os metodos, os conceitos, os princípios, 
os processos e toda a organização tatica do futebol!

Artigos

7 sugestoes da semana (2)

Posted by Valter Correia on July 12, 2012 at 9:50 AM

        O futebol é treino, e uma partida de futebol não passa de mais um treino. Mas, no entanto, o futebol tem e terá sempre questões para resolver, em várias circunstâncias. A organização tática, a liderança e o treino são, provavelmente, os temas que englobam a maior parte das dúvidas e questões de treinadores, jogadores e apaixonados por futebol.


     Quais são os tipos de passe no futebol?


        Eis uma boa questão, sobre um assunto muito usual, mas pouco aprofundado. O futebol é um jogo de equipa, e por isso, o passe é a ligação entre dois jogadores da mesma equipa. Na maior parte dos casos, o passe une dois jogadores com progressão da equipa no terreno de jogo. Compreende-se como a ação de enviar a bola para um companheiro ou zona do campo



        Existem dois tipos de passe específicos:

        Passe de alívio - Um passe pode evitar a ameaça de intervenção do adversário, como pressão sobre o portador da bola, tentativa de desarme, entre outros. Frequentemente, estes passes são efetuados para o lado e para trás.

        Passe de progressão - Penetração contra a equipa adversária, em direção à baliza. Geralmente os passes verticais e os passes em profundidade são responsáveis pelo passe de progressão.

        Podemos ainda dividir o passe em vários estilos distintos, onde cada estilo é usado para determinada fim ou num processo de jogo específico, como passes longo ou curto, rasteiro ou pelo ar, direto ou para o espaço.


 

        Qual a diferença entre exercício aeróbico ou exercício anaeróbico?


        Durante uma partida de futebol, surgem inúmeras situações individuais e coletivas, e durante o treino, o jogador pratica também inúmeras situações. Essas situações, desenvolvem diferentes tipos de músculos, e por isso, os exercícios são divididos em exercícios aeróbicos e exercícios anaeróbicos.

        Exercícios aeróbicos são extremamente importantes para a saúde. São exercícios responsáveis pelo consumo de oxigénio nos músculos, como andar, correr, nadar e por aí fora. Resistência e velocidade são capacidades motoras relacionadas com exercícios aeróbicos.

        Exercícios anaeróbicos são bastante distinguidos e responsáveis pelo futebol espetáculo. Jogadores de explosão possuem grande habilidade em exercícios anaeróbicos, como saltar e acelerar. Ao contrário dos movimentos aeróbicos, este tipo de movimento não consome oxigénio nos músculos, além que os movimentos são breves e de alta intensidade. Assim, força e flexibilidade são capacidades motoras relacionadas com este tipo de movimentos.


 


     O conceito de "Transfert" de Claud Bayer


        Claude Bayer é um autor francês, que desenvolve uma teoria de ensino para desportos coletivos. Segundo ele, as modalidades coletivas tem uma lógica central em comum, expressa pelos princípios operacionais. A sua teoria afirma que, através de desportos coletivos diferentes, os jogadores podem ser ensinados através de conceitos comuns, aplicados dentro da especificidade de determinado desporto.

        Assim, a teoria do "Transfert" de Claude Bayer afirma que as experiências passadas deixam uma determinada influência no aprendizado, além que essa influência ou experiência pode interferir numa modalidade praticada mais tarde.


     Qual a diferença entre o processo defensivo e ofensivo?


        O processo ofensivo é determinado pela posse da bola. Começa quando uma equipa ganha a posse da bola e termina quando a perde. O seu fim, é fazer ponto. Neste caso, o ponto é o golo, e é através do mesmo que se decide a vitória. É para esse objetivo que trabalham os jogadores das duas equipas. As três etapas do processo ofensivo são: construção do processo ofensivo; criação de situações de finalização e finalização.


        Entendendo um processo como um caminho a fazer para alcançar um objetivo, o processo defensivo no futebol tem metas a cumprir que elevam o sucesso da equipa. Quando a equipa está a defender, seja a fazer pressão alta ou baixa, ou seja a fazer pressão vertical ou horizontal, existem sempre dois objetivos fundamentais a cumprir pela equipa: a proteção da própria baliza e a recuperação da bola. As três etapas do processo defensivo são: O equilíbrio defensivo; a recuperação defensiva e a defesa propriamente dita.


        Como fazer uma palestra aos jogadores?


        Esta questão é uma das mais usuais e mais mal respondidas entre os usuários. O treinador é responsável por tomar a primeira atitude da equipa, elevando a moral do plantel. A palavra do treinador antes dos jogos, não passa de um discurso motivacional, além de todas as questões táticas da equipa. Existem vários truques que um técnico pode usar para transmitir uma mensagem aos seus jogadores, usando um discurso equivalente, por exemplo, a uma palestra comercial. Recentemente, foi publicado um artigo com várias dicas de como elaborar um bom discurso, traduzindo por um método responsável por fazer a mensagem chegar aos jogadores de forma clara.


       A linha da bola


        Linha da bola é um conceito universal em todos os desportos coletivos que se apoiam na ideia de invasão, como explica Claude Bayer nos Princípios Operacionais dos desportos Coletivos.

        O termo trata de uma linha imaginária, paralela às linhas de fundo, definida pela posição da bola no campo de jogo. Costuma-se dizer que, quanto maior é o número de jogadores atrás da linha da bola, o espaço é mais fechado para a ação do adversário e maior é a indução para um passe errado ou para trás. A linha da bola não é uma linha fixa. Conforme a bola progride no campo de jogo, a linha segue o seu movimento. No futebol, este conceito é muito importante, principalmente em situações próximas da baliza. Quantos mais jogadores estão posicionados atrás dessa linha, maior é a compactação defensiva, e maior é a possibilidade de passes errados ou para trás por parte do adversário



        O princípio da especificidade


        Porque especificidade? Específico em relação a quê? O princípio da especificidade é um princípio aplicado ao treino do futebol, responsável pela coordenação dos exercícios com o modelo de jogo adotado. O futebol tem uma forma de ser jogado, que o distingue dos outros desportos, sejam individuais ou coletivos. O sucesso de uma equipa de futebol depende da eficácia durante o treino, e por isso, os exercícios devem rentabilizar o potencial atleta ao máximo, para que este atinja alto rendimento durante o jogo.


        No treino moderno, considera-se que a força do atleta não é um dos focos principais para o sucesso de uma equipa, e por isso, também não é um foco no treino da equipa. O posicionamento dos jogadores, é um exemplo de uma parte essencial dentro de um modelo de jogo, e por isso é incluído nos treinos de uma equipa. Assim, considera-se que um exercício utilizado para treinar o posicionamento dos jogadores, é um exercício específico ou cumpre o princípio da especificidade, pois atende às necessidades do futebol. A força não é uma necessidade deste desporto, e por isso, exercícios baseados em aumentar "o cabedal" dos jogadores não são exercícios específicos.


      Não fique parado. Os artigos seguintes são relacionados com este artigo, e são também de grande importância


7 sugestões da semana
As tendências de um jogo de futebol
A relação entre a tática e a técnica




Categories: Teoria Tactica

Post a Comment

Oops!

Oops, you forgot something.

Oops!

The words you entered did not match the given text. Please try again.

Already a member? Sign In

0 Comments