Teoria do Futebol

Tudo sobre Futebol, os metodos, os conceitos, os princípios, 
os processos e toda a organização tatica do futebol!

Artigos

Sporting CP 1 - 0 Legia

Posted by Valter Correia on February 23, 2012 at 7:00 PM



       Momento Ofensivo

 

       Após a transição rápida, os ataques são rápidos e complexos. Com uma combinação ou um passe para as costas da defesa adversária em ambos os flancos, a equipa procura o cruzamento para curto ou longo. Geralmente os jogadores optam pelo cruzamento, descartando a perca de tempo com a progressão da bola. O tipo de cruzamento é misto, entre rasteiro ou pelo ar, ou linha de fundo ou meio-campo. O ritmo de jogo é bastante alto


 

       Momento Defensivo

 

       A equipa posiciona-se no meio campo com pressão forte. Rapidamente surge um grande número de jogadores a pressionar forte no centro de jogo. Fica algum espaço a explorar nas costas da baliza, mas após a recuperação estão algo perto da baliza adversária.


 

       Transição Ofensiva

 

       Após a recuperação da bola, a reação dos jogadores é bastante rápida. O médio defensivo sobe na Fase III, que raramente ocupa este espaço durante a saída de jogo (a respetiva Fase III). Ao invés, o médio defensivo procura ocupar espaços mais adiantados, colocando pressão sobre o meio campo e obrigando o adversário a recuar, mas retirando uma linha de passe dos defesas centrais para flanco central. Portanto, a saída de jogo é obrigatória pelo caminho mais longo que são os flancos. No meio campo ofensivo, o corredor central é trabalhado para colocar a bola nos flancos.


 

 

       Transição Defensiva

 

       A equipa fecha bastante no espaço do setor do meio-campo. Wolfswinkel pressiona forte e acelera a saída de jogo do adversário. A reação é rápida em perseguição ao portador da bola.




 

 

       Momento Ofensivo

 

       O contra-ataque no corredor central é predominante. A finalização não é muito próxima à baliza, mas também não foi uma fase que durasse muito tempo ou fosse muito frequente, devido à forte pressão da equipa adversária. A finalização parte geralmente do remate em frente à baliza, como de um modo vertical.


 

       Momento Defensivo

 

       As linhas de pressão mantiveram-se situadas no meio-campo defensivo, bastante pressionantes e organizadas em duas linhas. O posicionamento não é muito demorado, pois a equipa apresentou uma grande mobilidade em contenções e coberturas, um facto criado pela movimentação adversária.


 

       Transição Ofensiva

 

       Com bastante espaço para percorrer, o método ofensivo da equipa é o contra-ataque. Através de bastantes passes rasteiros, longos e verticais, com combinações para devolver a bola rapidamente para o lado ou para trás. Por outro lado, além de combinações, os passes são também direcionados para as costas da equipa adversária, que geralmente partem dos defesas laterais.


 

       Transição Defensiva

 

       A equipa organiza-se rapidamente. Um dos avançados pressiona os defesas centrais na saída de bola. Outros dois colegas de equipa fecham linhas de passe do meio campo defensivo adversário, obrigando a equipa a sair para o longo caminho dos flancos.



 

 

       Treinador de Bancada

 

       Ainda é cedo para tirar conclusões além jogo. Cada treinador tem o seu modelo de jogo e a sua ideologia para a equipa. Ainda há trabalho para fazer, e se em outros tempos este seria um excelente jogo, hoje não foi um dos melhores para a equipa da casa. Não de todo. Gostei de ver a forma como o Sporting pressionou durante todo o jogo. Para o comportamento do médio defensivo, André Santos talvez fosse melhor opção que Carriço, mas o defesa centro adaptado não se portou nada mal. Devia ter descido mais vezes na saída de jogo, levando um ou os dois marcadores atrás, que ocupariam o meio-campo defensivo do SCP, mas que libertariam o setor médio. Ainda estamos a começar com o novo treinador, mas faltam momentos a forçar a paragem da bola, de forma a retardar o avanço da equipa e fazendo-a descansar. Mas como André Santos dita o ritmo de jogo várias vezes, certamente não seria a melhor opção para o jogo de hoje. De resto o Légia não é uma equipa com muita técnica, mas uma equipa batalhadora de uma forma pressionante. Parabéns às duas equipas pela garra que demonstraram.

 


 

Categories: Observacao e análise

Post a Comment

Oops!

Oops, you forgot something.

Oops!

The words you entered did not match the given text. Please try again.

Already a member? Sign In

0 Comments