Teoria do Futebol

Tudo sobre Futebol, os metodos, os conceitos, os princípios, 
os processos e toda a organização tatica do futebol!

Artigos

Lesoes: Estiramento muscular

Posted by Valter Correia on January 22, 2012 at 5:00 PM

      Com o crescente aumento de praticantes de desporto, inclusive de futebol, a população está cada vez mais sujeita ao aparecimento de lesões. Desde pequenos arranhões até lesões mais graves, como o estiramento muscular, surgem cada vez mais à medida que a pratica de desporto aumenta. Mas o aparecimento de lesões não é uma causa para deixar de praticar desporto. É apenas uma consequência de um mau aquecimento ou de esforço em demasia. No treino de futebol, o Princípio da Sobrecarga deve ser levado em conta durante o treino, uma vez que esforço em demasia pode mesmo forçar o atleta a uma paragem.



       O estiramento muscular ou síndrome da pedrada é considerado uma lesão indireta, caracterizada pelo alongamento das fibras além dos limites físicos do indivíduo. Ocorre bastante nos músculos da panturrilha ou barriga da perna, mais exatamente nos músculos ísquio tibiais e no tríceps sural. Estes músculos têm propriedades em comum: atravessam duas articulações (são biarticulares) e tem um predomínio de fibras musculares do tipo II (fibras de contração rápida), que desenvolvem grande potência, mas entram rapidamente em fadiga.


       Os músculos mais envolvidos neste tipo de lesão são os músculos gastrocnémios medial e lateral, seguidos pelo sóleo. Estes músculos, combinados, são responsáveis pela flexão do tornozelo, contribuem para o movimento de flexão do joelho e realizam a frenagem da extensão do tornozelo durante a corrida


bet-at-home.com

 

       O estiramento muscular carateriza-se pela dor súbita , de grande intensidade, algumas vezes acompanhada de um estalido audível. Chama-se também síndrome da pedrada, pois o atleta sente algo parecido como uma pedrada na barriga da perna. Acontece principalmente durante a corrida, mas pode ocorrer também quando o atleta ou jogador está a acelerar ao desacelerar o seu passo de corrida. O exame físico revela inchaço localizado, tensão aumentada do tecido ao redor e presença de um defeito visível ou palpável. A presença de um hematoma tem o significado duma lesão de maior extensão e gravidade.


       Este tipo de lesão pode durar até seis meses até anos, dependendo de como ocorreu e do tratamento. O tratamento deste tipo de lesão, depende essencialmente de:

 

  • Medicamentos como analgésicos, anti-inflamatórios e mio relaxantes;
  • Compressão do local da lesão com bolsas de gelo durante 20 a 30 minutos, com frequência de 3 em 3 horas durante os dois primeiros dias;
  • Repouso do membro afetado com a utilização de muletas, por exemplo;
  • Elevação do membro acometido para uma drenagem mais eficiente do edema ou hematoma
  • Fisioterapia sob prescrição: analgesia (controle da dor), cinesioterapia (exercícios).
  • Modificação das atividades de risco, associado a um retorno gradual à atividade física




       Artigos relacionados na Categoria Treino

Categories: Treino

Post a Comment

Oops!

Oops, you forgot something.

Oops!

The words you entered did not match the given text. Please try again.

Already a member? Sign In

0 Comments