Teoria do Futebol

Tudo sobre Futebol, os metodos, os conceitos, os princípios, 
os processos e toda a organização tatica do futebol!

Artigos

Porque ações técnico-táticas?

Posted by Valter Correia on September 5, 2011 at 12:00 AM

 Futebol: um desporto apaixonante, que o próprio ensina a ser jogado. Existem milhentas formas de jogar futebol, porém, só algumas são de sucesso. E precisamos ir de encontro com a natureza do jogo para compreender quais são os melhores métodos de trabalho para atingir a vitória, que é o nosso grande objetivo. Transformar os jogadores em profissionais capacitados para tarefas dentro de campo, é, sem dúvida, excelente método de trabalho que só pode garantir bons resultados. E entre várias caraterísticas importantes nos futebolistas, uma dessas caraterísticas é a sua capacidade técnico-tática.

 

       O que são ações técnico-táticas?


       Ações técnico-táticas são meios que os jogadores utilizam para resolver as situações de jogo (Castelo, 1996). São a ferramentas dos futebolistas, como uma forma de interagir com os acontecimentos do jogo, dar seguimento a cada situação, desenvolver o jogo da própria equipa ou recuperar a posse de bola.


       Os melhores jogadores são mais habilitados nas ações técnico-táticas, uma vez que tem maior capacidade para agir ou interagir com os colegas na situação momentânea do jogo. Da mesma forma que um talhante usa uma faca para fazer o seu trabalho, um jogador usa as ações técnico-táticas para interagir com o jogo. Tudo o que ele faz, passar, desarmar, desmarcar-se, finalizar, tudo isso são ações técnico-táticas, uma vez que são movimentos ou ações que fazem o jogador interagir com a sua equipa, equipa adversária e o jogo.

 

       Quais são as categorias das ações técnico-táticas?


       A forma como jogamos futebol depende sempre daquilo que o jogo pede. Uma vez que o futebol é um jogo entre duas equipas, existem quatro categorias de ações técnico-táticas, que permitem que o jogador tenha uma resposta para todas as situações de jogo. São elas:

  • Ações técnico-táticas individuais ofensivas
  • Ações técnico-táticas individuais defensivas
  • Ações técnico-táticas coletivas ofensivas
  • Ações técnico-táticas coletivas defensivas

 

       Em dois grupos, temos dois estilos diferentes de ações técnico-táticas por grupo. No jogo, existem cinco momentos de jogo. Dois momentos tem caráter ofensivo (organização ofensiva e transição ofensiva) e dois tem carater defensivo (organização defensiva e transição defensiva), e ainda as bolas paradas. Portanto, temos momentos para atacar, e momentos para defender. Se o jogo pede que a equipa saiba atacar e saiba defender, as ações técnico-táticas são as ferramentas para atacar e defender, e naturalmente, existem ações técnico-táticas ofensivas e defensivas.

 

       Por outro lado, cada equipa é composta por onze jogadores. Durante o jogo, um jogador tanto pode realizar ações sozinho como em pequenos grupos ou com a sua equipa inteira. Por vezes, pode entrar em contenção e recuperar a bola (ação individual) ou entrar numa combinação tática (ação coletiva). Então, caracteriza-se as ações técnico-táticas como individuais ou coletivas, porque o jogador pode realizar uma ação sozinho ou em conjunto com os seus colegas de equipa. O próprio jogo pede que isto seja feito desta forma. É a sua natureza.

 

       Quais são as ações técnico-táticas?


       A tabela seguinte representa as ações técnico-táticas, divididas nas suas diferentes categorias:




       No entanto, as ações técnico-táticas não existem para serem feitas à sorte. Todas elas tem um momento certo para serem usadas pelos jogadores, que depende da situação do jogo, e da qualidade da análise do jogador. Neste artigo, onde mostrámos uma pequena parte do livro Preparar para Ganhar, referimos Mahlo (1969:33) refere, a ação tática ou a ação de jogo, é a “combinação significativa, mais ou menos complicada, de diversos processos motores e psíquicos, indispensáveis à solução dum problema nascido na situação de jogo”.


       Esta matéria é extremamente importante, porque nos indica que a ação técnico-tática, para ser bem usada, não depende apenas da capacidade técnica ou da capacidade tática do jogador, assim como depende também da situação de jogo e da capacidade do jogador em perceber essa situação de jogo.


       Como se desenrola a ação técnico-tática?


       Antes de a realizar, o jogador necessita perceber o meio em que se encontra, para escolher uma solução, e então realizar a ação técnico-tática correspondente. Portanto, em primeiro, “lê” o jogo e analisa a situação que se encontra (por exemplo, precisa de dar linha de passe para rematar). De seguida, cria uma solução mental para o problema (escolhe uma zona favorável para movimentar, para prestar a tal linha de passe ao portador), e realiza uma ação técnico-tática correspondente (neste caso, individual ofensiva, a desmarcação). Este meio de análise da situação, solução mental e solução motora, é explicado por Mahlo (1969)




       Então, a mente e o corpo, trabalham em conjunto?


       No futebol, não vale a pena fazer só por fazer. Cada ação de um jogador ou da equipa, precisa ter um princípio e/ou uma razão para ser feita. Não vale a pena fazer um passe (ação técnico-tática individual ofensiva) para um colega apenas porque se faz passes no futebol. Convém que esse colega esteja em condições de receber a bola, e dar continuidade ao processo ofensivo ou relançá-lo.


       Isto quer dizer que o jogador precisa analisar a situação para escolher uma solução correta. Por vezes, até existe mais do que uma solução, e o jogador deve ser criativo no que diz respeito a solucionar a situação em que se encontra. Pode ter duas linhas de passe, mas deve ser criativo ao ponto de escolher aquela linha de passe que pode dar uma continuidade melhor ao jogo. Mas, também precisa ser rápido a analisar, a tomar uma decisão e a atuar sobre a bola ou sobre o espaço, como forma de tornar o lance mais rápido para a sua equipa ou mais complicado para o seu adversário.


        É pela necessidade de pensar o jogo e realizar ações técnicas de qualidade que existe o treino, e este deve ser específico em relação ao jogo. Treinar situações ou acontecimentos que pouco ou em nada estão ligados ao jogo é treinar mal, porque o jogador não está a ser preparado para o que o jogo pede.

 

bet365



Categories: Acoes tecnico-taticas

Post a Comment

Oops!

Oops, you forgot something.

Oops!

The words you entered did not match the given text. Please try again.

Already a member? Sign In

0 Comments