Teoria do Futebol

Tudo sobre Futebol, os metodos, os conceitos, os princípios, 
os processos e toda a organização tatica do futebol!

Artigos

Sistemas de quatro defesas? Vem ai o sistema de três defesas centro

Posted by Valter Correia on August 23, 2014 at 6:25 AM

        Neste mundial, muitas equipas utilizaram esquemas diferentes. Mesmo que a Alemanha tenha ganho com uma organização e companheirismo exemplar, que já é uma ideia de jogo muito explorada e acreditada (embora haja imensos treinadores que ainda não compreenderam isso), a melhor novidade foi a forma como algumas equipas jogaram e se organizaram.

       3-5-2 ou 5-3-2, foram sistemas muito interessantes, justamente por serem utilizados como sistemas de três defesas. A forma como podemos ocupar os espaços quando defendemos através deste sistema, é muito interessante. Tenho até notado que existem treinadores que estão a experimentar este sistema para esta época.

       E antes de analisar este sistema, convém salientar que já li que no Brasil, já se usou este sistema. Há muitas formas de usar o 3-5-2, e a forma de jogar em 3-5-2 que já se utilizou no Brasil não é necessariamente a mesma forma como se jogou neste mundial, apesar de ser o mesmo sistema.


     Linha de três defesas


       Muitas equipas, quando estão em plano ofensivo, apenas deixam três jogadores no meio-campo defensivo. Através deste sistema, podemos utilizar três defesas centro nesse papel, que é algo a que estão habituados a fazer. Em plano defensivo, manter três defesas fixos a fechar em frente à baliza, torna-se também uma vantagem, porque alinha uma linha de cobertura completa em todas as direções, quando estão em frente à baliza. Neste esquema a seguir:




       O atacante a azul, não encontra espaço para progredir em direção à baliza. Os laterais, a verde, se um fecha de um lado e forma uma linha de quatro, o outro, do lado do atacante, mantém contenção à frente da linha defensiva. Assegura-se uma linha de quatro e não uma linha de três quando um lateral entra em contenção.


     Vantagem numérica na saída de jogo


       Qualquer equipa, se não tiver sucesso e qualidade durante a saída de jogo, não vai sequer chegar à fase de finalização. É extremamente importante criar rotinas consolidadas e objetivas para a saída de jogo, para que consigamos ultrapassar a primeira organização da equipa adversária.




       Para ultrapassar essa organização, precisamos criar uma rotina com vantagem numérica. A vermelho, os defesas centro, a verde, os laterais, e a azul os médios. Em qualquer posicionamento, a vantagem numérica está garantida.


     Em plano ofensivo


       Mesmo quando atacamos, com o objetivo de conseguir golo, nunca nos está garantido que o consigamos fazer. Por isso mesmo, precisamos estar prontos para reagir e entrar em fase defensiva imediatamente. Assim, quando perdemos a posse de bola, o corredor central está fechado e a cobertura do espaço está garantida. Mesmo se a equipa consiga colocar a bola num corredor lateral com sucesso, existe ainda a linha para ultrapassar antes de alcançar à baliza.

       Por outro lado, com três defesas fixos, garantimos apoio quando é necessário garantir a posse se encontrar, existe sempre uma linha de passe para trás. Mesmo após ser feito o passe para trás, esses defesas posicionados recuados garantem que haja mais linhas de passe, e que a bola possa ser recolocada no ataque.


       Estas três teorias são apenas ideias de como podemos utilizar este sistema, uma vez que, até aprofundar isto, temos imensa matéria para falar. Um modelo de jogo não se constrói apenas com isto, nem um 3-5-2 se baseia apenas nisto ou se baseia unicamente nesta matéria. Existem várias formas de utilizar um 3-5-2, e esta é apenas uma ideia. A Costa Rica por exemplo, usou esse sistema:





 

     A capacidade do treinador em desenrolar um sistema


       Após a leitura deste artigo, não é possível ainda escrever um modelo de jogo que represente uma equipa em todos os momentos de jogo. No entanto, quero apenas alertar, que de pouco ou nada serve copiar uma ideia de jogo, se não dispomos de jogadores para isso. Ainda, mesmo que um modelo de jogo faça sucesso em outra equipa, isso não quer dizer que também faça na nossa equipa. As condições de trabalho e a competição são diferentes. Saber copiar sem saber interpretar, não é que seja digno ou não, apenas será mais um caso de insucesso.


Caro leitor, qual é a sua opinião acerca deste sistema?


       Mais



 

bet365


Categories: Teoria Tactica

Post a Comment

Oops!

Oops, you forgot something.

Oops!

The words you entered did not match the given text. Please try again.

Already a member? Sign In

2 Comments

Reply Guilherme Teixeira
6:29 PM on August 24, 2014 
Agradeço muito pela divulgação de artigos como este pois partilhar a opiniao e conhecimento em prol do conhecimento de nos proprios e do próximo é otimo! Também é um sistema que aprecio, não sendo o unico claro.
Reply Americo Nogueira
8:20 AM on August 23, 2014 
Amigo Valter Correia, eu pessoalmente gosto muito deste modelo de jogo, e sempre que posso pôr em prática faço-o, no último terço da época transata consegui passar essa ideia de jogo ao grupo, e os resultados foram muito bons, 7 jogos, 6 vitórias, 1 derrota imerecida, 22 golos marcados, 5 sofridos, na minha modesta opinião considero que é um modelo de jogo que nos permite jogar de um forma equilibrada, quer defensivamente, quer ofensivamente, pois permite-nos que com posse de bola atacar-mos sempre com 7 elementos, e sem posse de bola permite-nos defender também com 7 ou 8 elementos, entre outras coisa se não houver dinâmicas nada feito. Obrigado por ter partilhado mais este artigo. Forte abraço