Teoria do Futebol

Tudo sobre Futebol, os metodos, os conceitos, os princípios, 
os processos e toda a organização tatica do futebol!

Artigos

Artigo toxico: deixe de ser um fraco AGORA!

Posted by Valter Correia on February 25, 2014 at 12:10 PM

       Olá treinadores! Tenho pensado nisto há algum tempo, e vou ser direto no assunto. Não escrevo isto para ganhar visitas, mas sei que há alguém que precisa de um bom puxão de orelhas. Provavelmente, muitos de nós, estamos a cometer erros graves sem sequer nos percebermos conta disso. Mas existe um erro que muitos cometem sem perceber, todos os dias, todas as semanas, todos os jogos, durante toda a época. E qual é esse erro? Caro leitor, quantas vezes lhe fizeram esta pergunta: hoje, o que você tem para oferecer ao futebol? É isso mesmo que eu estou a perguntar, o que você tem para oferecer ao futebol? Deixem-me rapidamente explicar esta questão.

 



       José Mourinho, o treinador responsável pela globalização da Periodização tática como um método de treino no futebol, está atento a todos os pormenores, sejam táticos, psicológicos ou sociais. Sabe em que momentos pode utilizar os jogadores, sabe como os rentabilizar da melhor forma, e sabe que vai defrontar uma equipa com a sua equipa, e que por isso, precisa estar pronto, que precisa ter a sua equipa mais que preparada. Ele ofereceu algo ao futebol e tem ainda muito para oferecer ao futebol, porque compreendeu que a vitória coletiva é mais importante que a vitória pessoal, que o trabalho é mais importante que o dinheiro, e que existe algo que o futebol não tem e que ele pode acrescentar.

       Isto acontece porque José Mourinho não ficou agarrado a uma ideia ou a um pensamento. Levantou-se da cadeira e agiu, simplesmente, agiu.  Acredita nas suas capacidades e tenta usá-las sem medo e na imagem acima, está a festejar, mas o caminho para festejar, foi longo.


     E o leitor, o que tem para oferecer ao futebol?

 

       Sucesso não é para todos, é para quem quer. E muitos, se lhes perguntarmos se querem ter sucesso, respondem que sim, embora a sua mente queira dizer algo diferente. Quase todos, dentro de si, não sabem como atingir sucesso. Vivem frustrados por nunca chegarem a lado nenhum, sem perceberem porque, à espera que a sorte lhes bata à porta.

 

       Acredito que o leitor tenha ideias para o futebol, que sabe treinar, que é capaz de liderar uma equipa. Acredito que o leitor é capaz de tudo isso, mas como faz para mostrar isso ao mundo? Quais são as suas ações que fazem o mundo reconhecer as suas habilidades? Não me venham dizer que treina e que puxa pelos jogadores se é você o responsável por eles todos e que precisa organizá-los e ajudá-los a vencer.

 

       Imagine que, enquanto treinador, teria a oportunidade de treinar um grande europeu. Como lidaria com uma massa associativa de milhões de pessoas? Como lidaria com jogadores que mensalmente ganham milhões e que podem queimá-lo a qualquer momento? Como lidaria com a pressão de ter sucesso a bem das finanças do clube? Ainda acredita que as grandes equipas se formam por ter grandes jogadores? Ou essas equipas existem porque alguém soube unir esses jogadores para que possam vencer? Se não é capaz, então porque critica alguém que comanda esse posto que muito provavelmente é mais capaz do que você?

 

       Todos os dias, acompanho as notícias para saber quais são as atualidades, e vejo milhares de pessoas a criticar, a pegar em tudo o que alguém faz, e não consigo perceber porquê. Os benfiquistas, em grande parte, criticam Jesus, e provavelmente, outro treinador no lugar dele, não seria capaz de desenvolver uma equipa para lutar por títulos e vender jogadores por milhões de euros. Criticavam o Vítor Pereira, pediam Paulo Fonseca, e agora tem saudade do Vítor Pereira. E criticam José Mourinho, porque este é arrogante, justamente para que lhe tenham respeito. Ou o respeitam, ou ele não terá sucesso, e Mourinho sabe bem disso.




 

       Todos os dias vejo afirmações como: "O treinador do clube x é fraco"; "Este não é jogador para esta equipa", mas não vejo afirmações como "O que preciso de fazer para chegar ao lugar de treinador do clube x?"; "Quais são as reais habilidades deste jogador e como as usar para bem da equipa?"

 

       Felicidade requer reforço, requer paciência, requer coragem, requer atitude, requer que façamos as coisas como homens, e não como crianças. É bem mais fácil ganhar 800€ por mês, ou o que seja, comprar um bilhete e ir para um estádio chamar nomes ao árbitro. Mas é bem mais difícil estudar e compreender as leis de jogo, e desenvolver as próprias capacidades para ser capaz de entrar em campo e liderar, não uma, mas duas equipas. É fácil abrir um jornal, criticar um jornalista por um mau texto, criticar um treinador por uma má substituição, tal como é mais fácil ficar sentado na bancada e criticar o treinador por só gritar com o seu filho de 11 anos que acredita ser o próximo Ronaldo, sem sequer perceber que o seu filho está a queimar quase todas as jogadas da equipa.

 

       Já parou para pensar quanto tempo perde a criticar os outros? Faça as contas. Quanto tempo da sua vida já gastou a criticar algo que alguém fez enquanto você não fez rigorosamente NADA?

 

       Este texto não assiste a todos que o leem, e a quem assiste, muitos vão esquecê-lo amanhã. Um dia mais tarde, enquanto invejam o dinheiro ou títulos dos outros, vão ficar a pensar no tempo que perderam e em como tinham habilidades para fazer igual ou melhor, apenas para se contentarem e manterem o seu ego bem alto. Mas os outros sentiram o prazer de vencer, e você viu-os a festejar na televisão.

 

       Deseja ter algo na vida? Comece agora. Tem um minuto para começar a pensar no que quer fazer e como pode fazer. Cada minuto que passa, é menos um minuto para chegar onde sempre quis. Lembre-se, o caminho é longo. Todos nós somos árvores. Ou dá-mos bons frutos ao mundo, para que o mundo possa absorver um pouco de nós e ficar com a nossa marca, ou somos cortados pela raiz e não podemos dar os nossos frutos. Pare de se levar pela comunicação social muitas vezes encomendada por alguém para proteger as suas costas, pare de prestar atenção às publicidades que lhe recomendam a comprar algo que não precisa, par de ver televisão cujo único objetivo é ter pessoas a ver para que possam vender publicidade e ganhar dinheiro. A opção de DEIXAR DE SER O FRACO mandado pela sociedade é sua, e para SER FORTE, precisa começar agora mesmo.

 

       Espero que seja uma boa ajuda, não para todos, mas para aqueles que precisam.



bet365

Categories: Psicologia e Comunicacao

Post a Comment

Oops!

Oops, you forgot something.

Oops!

The words you entered did not match the given text. Please try again.

Already a member? Sign In

2 Comments

Reply Ricardo Correia
8:31 AM on May 16, 2014 
Adorei o artigo!!! Muito bom! É que eu até me revejo em muita coisa (não nas críticas aos treinadores, mas na inércia!!!), pois tenho algumas dúvidas, ou melhor, tenho alguma falta de coragem para assumir a minha grande paixão pelo futebol, pelo jogo, pela metodologia... Isso tudo apesar de ter estado ligado ao fenómeno, como treinador e treinador adjunto, no âmbito juvenil e profissional, cerca de 11 anos (fora os 10 anos como praticante, nas camadas jovens de um clube). Atualmente estou a lecionar numa escola (todos os anos 1 diferente) e estou ausente à 4 anos. No entanto, neste período tenho dedicado à leitura, pesquisa e formação, de forma a evoluir o meu conhecimento, baseado na metodologia denominada periodização tática, pois tive o Prof. Vítor Frade como mentor na faculdade. Mas falta algo para assumir... Abraço.
Ricardo Correia
Reply Armando José Santo
10:34 PM on April 22, 2014 
muito bom, parabéns!!