Teoria do Futebol

Tudo sobre Futebol, os metodos, os conceitos, os princípios, 
os processos e toda a organização tatica do futebol!

Artigos

Cuidado: nao defina objetivos para 2014

Posted by Valter Correia on December 25, 2013 at 6:05 PM

        Estamos a chegar ao fim de 2013, e está na altura de rever o que fizemos durante este ano e o que podemos fazer no próximo ano. Alguns de nós não tem ainda metas para 2014, outros já tem as metas bem definidas. Sempre fomos ensinados a definir objetivos, mas talvez tenhamos sido enganados até agora. Será mesmo que vale a pena definir metas, ou definir metas é uma má opção? É precisamente isso que pretendemos saber. Acompanhe este artigo e descubra o quanto é benéfico não criar metas.

       Antes de mais, é verdade. É verdade que soa estranho quando contrariamos a ideia de que devemos ter objetivos para o que pretendemos fazer na vida. Mas, como diz um provérbio que anda por aí, nós somos aquilo que aprendemos. Para a maior parte de nós, somos ensinados que devemos ter um objetivo ou metas para a nossa vida, até somos ensinados em quais objetivos devemos escolher. Por outras palavras, quase todos nós crescemos à imagem dos nossos pais e colegas, e não à nossa verdadeira imagem. Este é, provavelmente, o maior erro de muita gente, que nunca o soube corrigir, ou nem descobriu que o cometia.




 

       1. Liberte-se da pressão

       Já imaginou ter um objetivo na sua vida, e não ter percebido que não pode nunca alcançá-lo? Pior do que isso, ter um objetivo, e não conseguir dar o passo que necessita dar para o alcançar? Pois é, isto pode ser extremamente deprimente e levar a desistir de alguns dos nossos objetivos. Se o leitor sabe o que quer fazer, mas não coloca uma data para o fazer, nem qual é exatamente a meta para o fazer, está a trabalhar sem pressão, e cada obstáculo ultrapassado acrescentará sempre sucesso.

 

       2. Procure novos territórios

       Podemos até ter sucesso naquilo que fazemos, mas não significa que estamos felizes no que fazemos. Quem sabe até podíamos ter muito mais sucesso que trabalhássemos naquilo que realmente gostamos. A partir do momento que não estabelecemos objetivos para a nossa vida profissional por exemplo, a nossa mente torna-se aberta para todas as opções que nos passam pela frente. A ser verdade, podemos demorar anos até descobrirmos o que gostarmos.

 

       3. Experimente

       Não há algo melhor do que experimentar, porque experimentar sempre significa ganhar com isso. Imagine duas situações diferentes: o leitor deseja ser treinador de futebol e o leitor pensa em ser treinador de futebol. Como sabe se pretende ser treinador de futebol sem experimentar? Como pode o leitor saber se pretende ser treinador sem experimentar? Será que é possível saber exatamente o que queremos sem ter experimentado? Ter a certeza do que queremos e investir nisso, como no primeiro exemplo, pode ser uma grande perca de tempo, porque mais tarde podemos descobrimos que não é isso que pretendemos.



 

       4. Não pense em grande

       Sabe qual é a diferença entre tecer pequenos objetivos e tecer um grande objetivo? Pequenos objetivos, realizados um de cada vez, leva o leitor a obter pequenos sucessos e a construir uma posição sólida ao longo do tempo. Por exemplo, este site não nasceu de um dia para o outro. Já tem determinada posição na internet, mas que tem sido conseguida com tempo. Grandes objetivos necessitam muito mais esforço, e a probabilidade de os conseguir é muito menor quando comparada com a probabilidade de conseguir pequenos objetivos.

 

       5. Aprenda

       Não se ganha dinheiro nem se consegue resultados por acaso. Existem formas de o conseguir, e mais do que isso, precisa-se tempo. Um jogador de futebol por exemplo, precisa de aproximadamente 10.000 horas para se tornar profissional. Isto equivale a aproximadamente 32 anos, se treinar quatro horas e meio por semana e também realizar jogo. A maior parte dos melhores jogadores do mundo, começaram a jogar com apenas alguns anos de idade, treinaram mais do que essas horas por semana, e como é óbvio, só perto dos dos trinta anos começa finalmente a ter sucesso nos maiores palcos. Não é por acaso que os jogadores alcançam o seu pico de forma entre 26 e 31 anos, justamente quando estão perto de alcançar as 10.000 horas de treino e o seu organismo ainda lhes permite correr livremente. Então, seja qual for objetivo, coloque o dinheiro e o sucesso em segundo lugar. Se está a começar, importa é aprender

 

       E ainda...

       Liberte-se da pressão, procure novos territórios, experimente, não pense em grande e aprenda! Estes representam cinco dos melhores conselhos que os grandes mestres lhe podem dar quando se trata de organizar a vida. Por fim, apenas mais um conselho, resume-se em: ter calma. Não vale a pena levar a vida demasiado sério se isso lhe fizer sentir pressão de ser bem-sucedido. Organize a sua, construa as suas bases e torne a sua prática sólida. Isso lhe trará sucesso, dinheiro e prazer.


       Considere


 

bet365

Categories: Psicologia e Comunicacao

Post a Comment

Oops!

Oops, you forgot something.

Oops!

The words you entered did not match the given text. Please try again.

Already a member? Sign In

0 Comments