Teoria do Futebol

Tudo sobre Futebol, os metodos, os conceitos, os princípios, 
os processos e toda a organização tatica do futebol!

Artigos

Como criar um modelo de jogo de sucesso

Posted by Valter Correia on October 20, 2013 at 10:10 AM

        Como existem muitas variáveis que a nossa equipa vai enfrentar durante a época, nem sempre é possível escolher com exatidão, o melhor modelo de jogo para a nossa equipa. Por vezes, escolhemos um estilo de jogo, e a meio da época alterámos para outro estilo, porque não conseguimos obter os resultados desejados no primeiro. Mas, independentemente do estilo de jogo que escolhemos para a nossa equipa, podem mudar os princípios que escolhemos para o nosso modelo de jogo, mas nunca pode ser excluída a ligação entre cada um dos momentos.

 

       Sempre que desenhamos um modelo de jogo, vamos imediatamente escolher princípios de jogo que estão na moda. Por exemplo, pressão alta e muita posse de bola, tal e qual o FC Barcelona, tem sido um estilo discutido e copiado por várias equipas. Mas, será esse o segredo do sucesso da equipa espanhola? A resposta é não. Na verdade, o sucesso traduz-se pela capacidade da equipa em ligar os vários momentos de jogo e não pela forma como os trabalha.



 

       Será que os modelos de jogo são bem desenhados?

 

       Quando desenhamos um modelo de jogo, temos à nossa disposição, vários princípios e comportamentos que podemos escolher para a nossa equipa. Podemos escolher vários sistemas táticos, vários princípios de jogo e várias jogadas que pretendemos que a nossa equipa faça em cada situação de jogo. Porém, muitos treinadores cometem o erro de escolher uma estratégia para um momento de jogo, e escolher uma estratégia completamente diferente para outro momento diferente. Por exemplo, o treinador escolhe o contra-ataque como método ofensivo, mas prepara a equipa para recuperar a bola com as linhas baixas, com todos os jogadores, ou seja, não existe ninguém para receber a bola no campo ofensivo quando esta é recuperada, e correm pelo campo com a bola no pé. Após alguns contra-ataques, os jogadores encontrar-se-ão fatigados porque percorrem muito espaço várias vezes. Neste caso, a forma como a equipa defende e ataca, leva os jogadores a ficarem cansados fisicamente, e a diminuir o rendimento passados alguns minutos de jogo. Não existe um encaixe tático entre o momento defensivo da equipa e a transição ofensiva.



 

       Mas, se a equipa recuperar a bola na sua zona defensiva, mas já tiver alguns jogadores mais adiantados a quem pode passar a bola, não só alivia um pouco da pressão adversária como o jogador que recupera a bola tem para quem passar a bola e não precisa correr pelo campo. Assim, não só a equipa evita perder tempo a levar a bola para o campo ofensivo, como não se desgasta tanto. Neste caso, existe um encaixe tático entre momento defensivo e transição ofensiva.

 

       Como desenhar um bom modelo de jogo?

 

       Sendo assim, não será importante compreender qual é a ligação entre os vários momentos de jogo, mas como é feita essa ligação. Cada momento de jogo pode englobar diferentes princípios de jogo. Podemos também criar uma ligação entre os vários princípios de jogo. Sem grandes exemplos, vamos supor que temos o princípio A, princípio B e o princípio C. Num determinado modelo de jogo, o principio A pode ser relacionado com o princípio B, mas não pode ser relacionado com o princípio C. Não teria resultado porque não se encaixam. Já noutro modelo de jogo, o mesmo princípio A apenas pode ser relacionado com o princípio C, porque a forma como a equipa trata a bola nos diferentes momentos de jogo é totalmente diferente.




       Então, um modelo de jogo de sucesso não depende apenas dos princípios, mas da forma como estes relacionam entre si. Para criar um modelo de jogo de sucesso, precisamos determinar como queremos que a equipa jogue nos vários momentos de jogo, desde que cada um dos comportamentos se encaixe com os vários comportamentos nos outros momentos de jogo. A importância da criação do modelo de jogo, é ter várias estratégias disponíveis para os jogos, e ao mesmo tempo, ter vários processos que se relacionem entre si e que possam colocar as várias estratégias em prática, como é descrito na figura acima.


       Isto quer dizer que, para um jogo, vamos utilizar uma estratégia, e para outro jogo, vamos utilizar outra estratégia. Os nossos jogadores devem ser capazes de colocar ambas as estratégias em prática, através da ligação correta entre os vários momentos de jogo. Se os jogadores não forem capazes de fazer essa ligação, aumenta o desgaste, o tempo de ação e diminui a concentração dos jogadores. Consequentemente, os resultados serão negativos.


       Mais artigos

 

 

bet365



Categories: Modelo de jogo

Post a Comment

Oops!

Oops, you forgot something.

Oops!

The words you entered did not match the given text. Please try again.

Already a member? Sign In

0 Comments