Teoria do Futebol

Tudo sobre Futebol, os metodos, os conceitos, os princípios, 
os processos e toda a organização tatica do futebol!

10 coisas que qualquer atleta deve saber

Um excelente treinador não sabe apenas de futebol. Existem sempre outras habilidades por trás que fazem dele um treinador ao mais alto nível. Da mesma forma, um excelente futebolista não sabe apenas fazer fintas. Existem também pormenores importantes que o atleta deve ter em conta enquanto profissional e que o elevam ao sucesso. Por essa razão, atletas profissionais atingem o sucesso porque sabem marcar a diferença.
Portanto, para ser um futebolista profissional, o atleta deve ter em conta alguns aspetos como os seguintes:

1. Para emagrecer não deve apenas correr. Deve fazer esforço

De facto, movimento está associado à queima de gordura no corpo humano. E sim, isso emagrece, mas existem formas de emagrecer mais eficazes. Durante o exercício, aumentar a intensidade não melhora apenas a capacidade de leitura do atleta, mas aumenta também o seu esforço físico. Esse aumento de intensidade, em pequenos intervalos e ao chegar perto da exaustão, aumenta o desgaste e a temperatura dos músculos causando o consumo de energia de forma mais eficiente. Estra regres está associada ao Princípio da Sobrecarga

2. Ser disciplinado é fundamental

O treinador é o líder do plantel, e por isso ele estabelece as regras e os fundamentos que organizam a equipa. A responsabilidade de perceber e mostrar o máximo do potencial do atleta é inteiramente dele. Por vezes, vários atletas estão contra as ideias do treinador, mas deve compreender que, apesar de não ser uma desculpa, o sucesso leva tempo e há sempre tarefas primárias a realizar.

3. O esforço só custa quando é feito pela primeira vez

É preciso compreender quando estamos perante uma barreira e procurar uma solução para ultrapassá-la. Para atingir o sucesso, existirão barreiras. Sempre! Mas cada barreira não é uma razão para desistir, pensado que o próprio atleta não é capaz. Ainda não encontrou a solução para essa barreira, e assim que encontrar, quando uma barreira igual volta a surgir, será muito mais fácil ultrapassá-la.

4. Estabelecer objetivos com clareza

Não só enquanto atleta, mas enquanto profissional, não se pode atingir metas se não houver metas para atingir. Que tipo de desporto gostava de praticar? Futebol? Andebol? Atletismo? Individual ou coletivo? E dentro desse desporto, até onde quer chegar, e o que fazer para chegar até esse objetivo? Para um grande objetivo final, existem objetivos mais pequenos que devem ser alcançados primeiro, porque um caminho não se percorre com um só passo.

5. Não ter medo de tomar decisões

Durante o treino, errou? Então aprendeu. Errou durante o jogo? Aprendeu também. Por vezes, os erros penalizam tanto o atleta como a equipa, mas é ao cometer erros que se ganha a experiência. O que aconteceu depois do erro cometido? O que levou o atleta a cometer esse erro? E o que deve fazer para não voltar a cometer o erro? Isso chama-se experiência e ajuda o atleta a crescer, enquanto desportista profissional e como pessoa.

6. Deixar tudo em campo

Entra no campo, seja para treinar ou para praticar, só existe o que está dentro do campo. Tudo o que está à volta, como os amigos, a família, as bancadas, o parque de estacionamento do estádio ou até mesmo os problemas pessoais são para esquecer. Mesmo que um relacionamento esteja mau, não pode afetar o atleta durante o seu rendimento. A função do atleta é praticar, e quando entra dentro do campo, é como se entrasse no seu emprego. Toda a sua energia deve ser deixada pelos colegas e pelo clube, porque só assim ajuda a equipa a crescer. E ao crescer a equipa, o atleta cresce junto com ela. Quem sabe se não está um olheiro a espiar e a gostar do que está a ver...

7. Saiba dizer NÃO

Dizer não da boca para fora não é o que este parágrafo está a explicar. Sempre que um obstáculo aparece, saber dizer não ao medo ou receio de enfrentá-lo, é uma tarefa árdua, mas que compensa SEMPRE. O atleta não pode achar que nada é difícil e ter medos ou receios de não atingir resultados. Não existem fracassos, mas sim resultados, e esses resultados, bons ou maus, facilitam sempre mais tarde. Cada dificuldade que você ultrapassa, verá que depois de tudo acabar, tudo pareceu fácil de mais.

8. Não busque pelo que é perfeito

Mas procure sempre dar mais um pouco de si. Nada neste mundo é perfeito, e procurar o que não existe é o mesmo que não encontrar o que procura. Vale o mesmo que procurar atingir um objectivo que não existe. Procure metas a atingir, uma a seguir à outra, e siga em frente. Verá que a cada limite ultrapassado, o seu currículo será cada vez maior e será cada vez mais capacitado a atingir o que chama de perfeito

9. Seja organizado

O próprio nome da organização tática indica que a mesma tem um fundamento. Tenha um objetivo a cumprir e busque por uma forma de o atingir. Basta uma lista não muito extensa de sintomas de desorganização para perceber o que não está a ser bem feito:


    • Fazer muitas coisas ao mesmo tempo;
    • Incapacidade de concentração;
    • Adiantamentos constantes;
    • Não programar as suas atividades

10. A lei de Pareto

80% da produção está assente em 20% do esforço. Seja atleta ou não, e não necessariamente por estes números, existem tarefas que rendem mais do que outras. Esse pequeno grupo de tarefas que produz em quantidade dever sempre ter alguma razão para produzir tanto, e o atleta profissional sabe distinguir essa razão. Os bem-sucedidos não trabalham tanto quanto os meramente bem-sucedidos, mas apenas são mais inteligentes na forma como conduzem as suas ações.

Assine agora e receba todas as novidades por e-mail

E faça download do ebook 72 exercícios para as fases do jogo imediatamente. Clique aqui para saber mais
endereço de email
*
campayn